Tudo o que você precisa saber sobre mineração de criptomoedas

how-to-mine-cryptocurrency

Com as criptomoedas se tornando cada vez mais populares a cada dia que passa, mais e mais pessoas têm vindo a desenvolver um interesse neste mundo novo e estranho da blockchain.Muitas dessas pessoas ganharam interesse depois de ouvir dizer que é possível ganhar dinheiro com as criptomoedas. Se você é uma dessas pessoas, você está com sorte, porque hoje eu irei falar sobre a mineração de criptomoedas.

Nós vamos começar por cobrir o próprio termo - explicar o que é a mineração de criptomoedas e por que as pessoas se preocupam em minerar criptomoedas. Depois disso falaremos sobre como minerar criptomoedas, as diferentes formas de o fazer - os prós e contras de cada uma dessas formas. Por último, vamos falar sobre algumas das moedas mais populares quando se trata de mineração de criptomoedas.

Introdução

O que é mineração de criptomoedas?

Para colocar em termos mais simples, a mineração de criptomoedas é um processo no qual uma máquina executa certas tarefas para obter um pouco de criptomoeda. Este é o maior TL, DR possível, então vamos expandir essa definição um pouco mais, certo?

Imagine que você possua uma máquina para a mineração de criptomoedas. Falaremos sobre as especificidades destas máquinas mais para frente deste tutorial, mas, por enquanto de forma a facilitar no exemplo vamos apenas dizer que é o seu próprio computador pessoal, e você está tentando descobrir como minerar criptomoedas.

Seu PC executa tarefas específicas que são necessárias para obter mesmo que pouca quantidade de criptomoeda. Essas tarefas são chamadas de “ Prova de Trabalho ” , e foram projetadas para criar um campo de jogo justo para todos os mineradores por aí.

As tarefas em si são equações matemáticas. Quanto mais mineradores estiverem a minerar num pool de mineração específico - mais difíceis as equações se tornam. Isso traz equilíbrio para o pool, mas também motiva o uso de máquinas maiores e mais poderosas.

Há muitos fatores mais sutis que entram em jogo, enquanto o processo de mineração está acontecendo, mas a idéia geral é que, se o seu dispositivo contribuiu para a “mineração”, você vai ter uma parte dos lucros.

Essa é uma maneira muito simples de definir o que é a mineração de criptomoedas. Agora vamos passar para parte que  você está a espera - como minerar criptomoedas.

Mineração de Criptomoedas

Na verdade, existem algumas maneiras de fazer mineração de criptomoedas. Vou cobrir os principais aqui, e começar do mais fácil - mineração na nuvem (cloud mining).

Método 1 - Mineração na Nuvem

Se você está pensando em começar a minerar criptomoedas, a mineração na nuvem é provavelmente a maneira mais popular de minerar criptomoedas sem ter que fazer muito esforço.

A mineração em nuvem é um processo em que você paga a alguém (na maioria das vezes é uma grande corporação) uma quantia específica de dinheiro e “aluga” o seu equipamento (conhecido por rig de mineração)  e o processo de mineração em si. Este aluguel dura por um período de tempo previamente acordado, através do qual todos os ganhos que o rig de mineração fizer (menos os custos de eletricidade e manutenção) são transferidos para sua carteira de criptomoeda.

how-to-mine-cryptocurrency

As pessoas (empresas) que oferecem esses serviços de mineração em nuvem geralmente têm enormes instalações de mineração com múltiplas   fazendas   (dezenas ou centenas de plataformas empilhadas e operando juntas) à sua disposição e sabem perfeitamente como minerar uma criptomoeda.

A mineração de criptomoedas na nuvem se tornou tão popular, principalmente porque oferece a possibilidade de participar no mundo das criptomoedas a pessoas que podem não ter dinheiro suficiente para comprar seus próprios equipamentos ou que simplesmente não estejam interessados em adquirir os equipamentos.

Existem duas opções de mineração na nuvem - gratuitas e pagas. Naturalmente, muitas pessoas que estão à procura de maneiras de como minerar criptomoedas iriam optar pela "gratuita", mas essa opção tem seus inconvenientes (velocidades de mineração muito lentas, condições extras, etc.). A mineração de criptomoedas na nuvem paga geralmente funciona assim:

Você encontra um host de mineração em nuvem. Você confere os planos/preço que o host oferece - geralmente há quatro ou cinco desses planos, que vão desde os mais baratos até os mais caros; alguns hosts até oferecem a capacidade de criar e personalizar seu próprio plano de mineração na nuvem. Uma vez que você sabe o que quer, você simplesmente paga ao host e insere o código da sua carteira pessoal, e é isso!

Planos diferentes variam no seu custo e também no período de duração. Os planos padrão podem ir de US $ 500 a US $ 5000 e duram de dois anos a uma vida inteira.

Espera-se geralmente que você atinja o ponto de equilíbrio entre meio ano e um ano, e, partir daí começar a lucrar. Mas ninguém realmente pode saber com certeza, visto que os preços das criptomoedas são muito voláteis e seus preços tendem a oscilar um pouco.

Método # 2 - Mineração usando CPU

Essa mineração utiliza processadores para minerar criptomoedas. Costumava ser uma opção viável no passado, mas atualmente, cada vez menos pessoas usam esse método diariamente.

Existem algumas razões para isso. Primeiro de tudo, a mineração usando CPU é extremamente lenta. Você poderia continuar por meses sem receber absolutamente nada.

Via de regra ela não vale a pena - você faz muito pouco dinheiro, mas você provavelmente gasta dez vezes esse valor em eletricidade e refrigeração. O problema atenua-se um pouco se você tem a capacidade de encontrar um lugar que possua boa refrigeração e eletricidade barata, mas isso raramente é possível.

Então, por que as pessoas ainda mineram usando CPU?

Bem, basicamente porque qualquer pessoa com um computador de mesa pode fazer isso.

Tudo o que você precisa para poder minerar usando a CPU é literalmente apenas um computador e alguns programas. É possível fazê-lo com um laptop, mas RECOMENDO FORTEMENTE QUE NÃO O FAÇA . Seu laptop provavelmente vai fritar e superaquecer em questão de algumas horas.

O fato de de ser um método tão fácil para começar a mineração de criptomoedas atrai novos mineradores de CPU todos os dias. Algumas pessoas que estão à procura de como minerar criptomoedas não se preocupam realmente com os detalhes - eles só querem iniciar o processo o mais cedo possível, e de qualquer maneira possível.

Método # 3 - Mineração usando GPU

A mineração usando GPU é provavelmente o método mais popular e conhecido de mineração de criptomoedas. Se você procurar no google “como a minerar criptomoedas”, plataformas GPU vão ser as primeiras coisas que você achará na sua busca.

Os mineradores da nuvem, por exemplo, usam equipamentos de GPU para seus serviços. E esses caras são profissionais que às vezes têm centenas, senão milhares de equipamentos, então eles provavelmente sabem o que estão fazendo, certo?

Mineração usando GPU é muito popular porque é eficiente e relativamente barato. Não me interpretem mal, a construção do próprio equipamento tende a ser caro - mas quando se trata de sua velocidade de hash e força de trabalho geral, o rig de mineração GPU é ótimo.

Os rigs de mineração GPU utilizam placas gráficas para a mineração de criptomoedas. Um equipamento padrão é feito de um processador, uma placa-mãe, cooler, um frame e - evidentemente - algumas (2 - 8) placas gráficas.

Compare Exchanges de Criptomoedas Lado a Lado com Outras

Você sabia?

Já se perguntou quais exchanges de criptomoedas são as melhores para seus objetivos de negociação?

Veja lado a lado e compare o TOP 3 de exchanges de criptomoedas

Um preço típico para um rig de mineração GPU bem construída pode custar na faixa de US $ 3.000. É um investimento pesado, mas o retorno é muito mais rápido do que, digamos, a mineração feita usando CPU. As pessoas que procuram formas de como minerar criptomoedas definitivamente devem levar a GPU em consideração.

Revisão da Carteira Atomic
Prós
  • Fácil de usar
  • Suporta mais de 300 criptomoedas
  • Segura

Método # 4 - Mineração com ASIC

ASICs (Circuitos Integrados de Aplicação Específica) são dispositivos especiais que são projetados explicitamente para executar uma única tarefa, que neste caso é a mineração de criptomoedas.

ASICs são muito bem conhecidos e estimados porque produzem quantidades insanas de criptomoedas quando comparados com seus concorrentes GPU e CPU.

Mas se eles são tão bons, por que não falamos deles mais cedo?

Bem, principalmente porque eles são um assunto de  grande controvérsia.

Veja bem, quando a empresa ASIC anunciou a nova versão da sua máquina, o anúncio causou um alvoroço na comunidade de criptomoedas. Muitas pessoas pediram uma proibição total dessas máquinas. Por quê?

Como o ASICS é tão poderoso, eles roubam a outros mineradores que estão usando GPUs ou plataformas de CPU a possibilidade de acompanhar tanto as velocidades de hash quanto os ganhos. Além disso, a ASICS distorceu a economia de certas criptomoedas específicas - imagine se a maioria dos lucros fosse para um minerador com uma fazenda ASIC, que tipo de caos isso daria.

O melhor método para mineração de criptomoedas

Agora que você tem uma compreensão de como minerar criptomoedas e sobre todas as diferentes maneiras de fazer isso, qual é a melhor forma?

O melhor método depende somente de alguns detalhes importantes: você está disposto a gastar algum dinheiro inicialmente? Se sim, quanto? Você quer possuir um rig de mineração? Você realmente quer fazer isso com um rig de mineração?

Essas e muitas outras perguntas semelhantes determinarão o seu melhor método para mineração de criptomoedas.

De um modo geral, GPU e cloud mining parecem ser as duas grandes opções que as pessoas adoram. A mineração de CPU é lenta e tediosa, enquanto a mineração ASIC se tornar muito imprevisível, especialmente nos últimos tempos.

Se você quer construir seu próprio equipamento, então GPU é definitivamente o caminho a percorrer. Se você não quer gastar um centavo e quer apenas começar o mais rápido possível, você poderia dar uma chance à mineração CPU. No entanto, se você está disposto a arriscar e você não está com medo de controvérsia - ASICs   são uma ótima aposta. E, finalmente, se você não quer ter nada a ver com rig de mineração nem com qualquer outro tipo de máquina - mineração na nuvem é a sua melhor aposta!

Qual criptomoeda minerar?

how-to-mine-cryptocurrency

Sua escolha de equipamento também deve depender do tipo de criptomoeda que você decidiu minerar.

Algumas das escolhas óbvias seriam: minerar Bitcoin; minerar Ethereum ou até mesmo minerar Dash. Tenha em mente, porém, que a mineração Bitcoin é provavelmente a mais complicada de todas - já que a moeda é tão popular, há muitos mineradores ao redor do mundo se conectando aos poucos pools que existem e tentando arrebatar pelo menos um pouco de Bitcoin . Isso pode resultar numa espera de horas incontáveis até as primeiras "gotas" de Bitcoin começarem a chegar.

Tendo isso em mente, sua melhor aposta provavelmente seria minerar Ethereum ou alguma outra criptomoeda menos popular. Dependendo do seu método de escolha, confira os preços, calcule quando será o retorno do investimento!

Conclusão

Como você provavelmente já percebeu, há muitas maneiras diferentes de minerar criptomoedas. Estes são simplesmente os principais métodos - se você quieser, pode até esquecer sobre mineração e pular logo para Bitcoin faucets - mas isso já é uma história totalmente diferente que iremos deixar para um outro dia. Mas tenha em mente que é uma opção!

Uma coisa que você deve não apenas lembrar, mas também fazer imediatamente é criar uma carteira de criptomoedas. Decida o tipo de criptomoeda que você deseja minerar e simplesmente procure as opções de carteira dessa moeda. Você não terá problemas para encontrar uma carteira para moedas como o Bitcoin, Ethereum ou litecoin, mas se você quiser extrair as moedas menos conhecidos, então você pode precisar de procurar um pouco até encontrar uma carteira com boa reputação.

Conseguir uma carteira segura e de boa reputação é a tarefa mais importante quando você está começando a mineração de criptomoedas. Imagine se você minerasse por um ano e todas as suas economias fossem roubadas só porque você não deu a devida atenção na escolha da carteira.

Se você está mesmo a sério nisso da mineração de criptomoedas, eu sugiro que compre uma carteira de hardware - elas são as carteiras de criptomoedas mais seguras e confiáveis que existem.

Bem, este é o final do meu tutorial sobre como minerar criptomoedas. Cobrimos alguns tópicos diferentes e exploramos os diferentes métodos de mineração de criptomoedas. Lembre - se - o melhor método dependerá somente do que você quer e que tipo de recursos você tem, portanto, escolha com cuidado! Se você decidir dar uma chance à mineração, desejo-lhe boa sorte!

Deixa o seu comentário honesto

Deixe sua opinião genuína e ajude milhares de pessoas a escolher a melhor exchange de criptografia. Todos os comentários, positivos ou negativos, são aceitos, desde que sejam honestos. Não publicamos feedback tendencioso ou spam. Então, se você quiser compartilhar sua experiência, opinião ou dar conselhos - o espaço é seu!

Perguntas Frequentes

Como escolher a melhor exchange de criptomoedas?

Ao escolher a melhor exchange de criptografia , você deve sempre se concentrar em manter um equilíbrio entre os recursos essenciais que todas as principais exchanges de criptografia devem ter e aquelas que são importantes para você, pessoalmente. Por exemplo, todas as melhores exchanges devem possuir recursos de segurança de alto nível, mas se você deseja negociar apenas as principais criptomoedas, provavelmente não se preocupa muito com a variedade de moedas disponível na exchange. É tudo uma situação caso a caso!

Qual exchange de criptomoedas é a melhor para iniciantes?

Ao ler várias das melhores análises de exchanges de criptografia online, você notará que uma das coisas que a maioria dessas exchanges têm em comum é que elas são muito simples de usar. Enquanto algumas são mais diretas e mais acessíveis para iniciantes do que outros, você não deverá encontrar nenhuma dificuldade com nenhuma das exchanges mais bem cotadas. Dito isso, muitos usuários acreditam que a Coinbase é uma das exchanges mais simples do mercado atual.

Qual é a diferença entre uma exchange de criptomoedas e uma corretora?

Em termos leigos, uma exchange de criptomoedas é um lugar onde você encontra e negocia criptomoedas com outra pessoa. A plataforma de exchange (ou seja, a Binance) atua como um intermediário - conecta você (sua oferta ou solicitação) à outra pessoa (o vendedor ou o comprador). Com uma corretora, no entanto, não há “outra pessoa” - você apenas negocia suas criptomoedas ou moeda fiduciária com a plataforma em questão, sem a interferência de terceiros. Ao considerar as classificações de exchange de criptomoedas, no entanto, esses dois tipos de negócios (bolsas e corretoras) são normalmente incluídos no termo - exchange. Isso é feito por uma questão de simplicidade.

Todas as melhores exchanges de criptomoedas baseadas nos Estados Unidos?

Não, definitivamente NÃO! Embora algumas das principais exchanges de criptomoedas sejam, de fato, baseadas nos Estados Unidos (ou seja, Coinbase ou Kraken), existem outros líderes da indústria muito conhecidos que estão localizados em todo o mundo. Por exemplo, a Binance está sediada em Tóquio, no Japão, enquanto a Bittrex está localizada em Liechtenstein. Embora haja muitos motivos pelos quais uma exchange preferiria ser baseada em um local em vez de outro, a maioria delas se resumem a complexidades de negócios e geralmente não têm efeito sobre o usuário da plataforma.

Dias
Horas
Minutos
Segundos