O que é Criptomoeda? Criptomoeda para leigos

Então, o que é criptomoeda? Vamos bater um papo sobre isso!

Em 1990, as pessoas começaram a perguntar “O que é a Internet?” e vinte e oito anos depois, essa é uma pergunta que ninguém mais se faz.

Provavelmente daqui a vinte e oito anos, as pessoas não precisarão mais perguntar: "O que é uma criptomoeda?". Será uma parte normal de suas vidas cotidianas, assim como a Internet é hoje. E até o final deste guia, você não precisará perguntar também.

Depois de ler este guia, você poderá responder “O que é uma criptomoeda?” e muitas outras perguntas também. Você saberá por que elas foram inventadas, para que elas são usadas e por que ainda estaremos falando sobre elas em 2046!

Então não vamos perder mais tempo e vamos começar!

O que é uma Criptomoeda: Definição

Existem muitos tipos de criptomoedas, mas todas elas têm as mesmas 6 coisas em comum. Essas coisas as fazem serem chamadas de criptomoedas. Prepare-se para algumas grandes palavras!

Criptomoeda é:

Digital: Criptomoeda é dinheiro digital (ou moeda virtual, significa a mesma coisa). Isso quer dizer que ela só existe nos computadores. Criptomoedas não tem a cara da rainha estampada nelas nem “Em Deus nós confiamos” impresso nas notas.

Peer-to-Peer: Criptomoedas são sempre passadas online de pessoa para pessoa (ponto-a-ponto).

Global: Não existe uma criptomoeda para a Espanha e outra para a China (por exemplo). A criptomoeda é a mesma em todos os países. Elas podem ser usadas livremente entre países e através das fronteiras.

Criptografada: Não há regras sobre quem pode usar criptomoedas e nem onde usá-las. Nomes reais não são usados para contas. Cada usuário recebe códigos ao invés de nomes. É aqui que obtemos a parte criptografada da definição de criptomoeda. Crypto em latim significa oculto. Portanto, a criptomoeda é traduzida como dinheiro oculto.

Descentralizada: No mundo das criptomoedas, não existem bancos. Todo mundo é responsável pelo próprio dinheiro e não é mantido em um banco. Um banco é um centro onde muitas pessoas mantêm dinheiro. As criptomoedas não são gerenciadas por um servidor central, é por isso que dizemos que elas são descentralizadas.

Confiável: O modo como as criptomoedas são criadas significa que você não precisa confiar em ninguém no sistema para que ele funcione.

É uma ideia muito estranha, não é? O truque para entender a criptomoeda é primeiro entender um pouco sobre o dinheiro normal - as coisas que temos em nossos bolsos.

O que é Criptomoeda: Como o dinheiro normal funciona

O dinheiro em nossos bolsos não vale nada por si só, é apenas papel e pedaços de metal, certo? Estamos autorizados a trocar o dinheiro em nossos bolsos por bens e serviços, porque o governo diz que podemos. Isso é chamado dinheiro fiduciário (fiat money). Dólares americanos, libras esterlinas e yuan chinês são todas as moedas fiduciárias.

Sabemos que, quando vamos ao supermercado, podemos trocar a moeda fiduciária dos nossos bolsos por comida. Sabemos disso porque confiamos no que o governo nos diz.

Quando temos mais dinheiro fiduciário do que podemos manter em nossos bolsos, abrimos uma conta bancária. Para abrir uma conta bancária, devemos fornecer ao banco nossas informações pessoais. Quando nosso dinheiro está no banco, não podemos ver, mas sabemos que está lá. Então, basicamente, confiamos no banco.

Os bancos são um exemplo do que poderíamos chamar de um sistema confiável de terceiros. Bancos e governos são empresas terceirizadas nas quais confiamos. Para deixar isso mais claro, vamos ver um exemplo.

Pedro está com fome e Paulo quer que sua cerca seja pintada. Paulo vai ao banco e tira $ 10 dólares. Paulo então paga Pedro $ 10 dólares para pintar sua cerca. Pedro fica feliz em pintar a cerca de Paulo porque ele confia no governo e sabe que pode comprar um hambúrguer por $ 5 dólares. Ele come seu hambúrguer e coloca outros US $ 5 no banco porque confia no banco para mantê-lo seguro.

A transação acima é apenas entre Pedro e Paulo, mas é preciso que ambos confiem em terceiros para que funcione.

O que é Criptomoeda: Então, qual o diferencial?

Criptomoedas não precisam de bancos ou governos. Os usuários podem enviar dinheiro uns aos outros on-line sem precisar confiar um ao outro ou a terceiros com seu dinheiro ou informações.

dogecoin

Criptomoedas fazem isso gravando cada transação (como aquela entre Pedro e Paulo) em um banco de dados compartilhado chamado blockchain. Esse blockchain é compartilhado entre milhares de sistemas de computadores poderosos chamados “nodes”.

Cada nova transação é verificada por um node. Se mais da metade dos nodes concordarem que é válida, ela será adicionada ao blockchain. Os nodes ganham uma nova moeda para verificar transações, isso é chamado de mineração. A mineração garante que somente informações corretas sejam adicionadas ao blockchain. Depois que as transações são adicionadas, elas não podem ser alteradas ou excluídas.

Você não precisa fornecer seu nome, endereço ou data de nascimento ao usar criptomoedas. Sua conta tem uma chave pública e uma outra privada. Pense nisso como sendo sua conta de e-mail. Sua chave pública é como seu nome de usuário e sua chave privada é como sua senha. Você precisa de ambos para acessar sua conta.

Os usuários estão ocultos, mas as transações não são. Todos podem ver todas as transações que acontecem no blockchain, mas você não consegue ver os nomes dos usuários por trás de cada transação.

Criptomoeda para Leigos

Agora, se um leigo (e todos nós conhecemos um!) perguntar a você: "O que é uma criptomoeda?", Diga a eles que é dinheiro digital que você pode enviar para qualquer pessoa no planeta sem usar um banco. Eles não precisam fornecer informações pessoais para realizar uma transação, e as transações ocorrem em uma rede em que podem confiar.

O leigo pode também querer saber como as criptomoedas começaram. Não é um problema! Continue lendo e você poderá responder a essa pergunta também…

O que é Criptomoeda: A história da Criptomoeda

Nos anos 90, muitas pessoas diferentes tentaram construir criptomoedas. Os que mais se aproximaram foram DigiCash, HashCash e B-money. Nenhum deles obteve a tecnologia certa ou o apoio de que precisavam para ter sucesso.

A história da criptomoeda realmente começa com o Bitcoin. Bitcoin foi a primeira criptomoeda real do mundo e ainda é a mais famosa. O criador do Bitcoin chama-se Satoshi Nakamoto, mas ninguém sabe quem é! Ninguém nunca conheceu Satoshi em pessoa. Ele pode ser um homem, uma mulher ou um grupo inteiro de pessoas!

Em 12 de janeiro de 2009, o blockchain Bitcoin de Satoshi entrou na rede. A primeira negociação da Bitcoin foi por 10 BTC (Bitcoins). Satoshi enviou para um codificador chamado Hal Finney.

Satoshi só falou em fóruns de mensagens na internet e em e-mails. Em abril de 2011, Satoshi tinha ido embora. Tudo o que restou de Satoshi Nakamoto é Bitcoin - e o nome.

bitcoin

Levou alguns anos para que as pessoas se interessassem pelo Bitcoin. No entanto, quando eles começaram a entender o que poderia fazer, a popularidade do Bitcoin cresceu e cresceu. As pessoas viram que o Bitcoin tinha todas as seis coisas que listamos anteriormente e começaram a comprá-lo e usá-lo.

Então, para que serve uma criptomoeda como a Bitcoin? Bem ... vamos falar sobre um dos sites web onde as pessoas começaram a usar o Bitcoin - o que ajudou a torná-lo famoso!

Silk Road

Silk Road (ou Rota da Seda) era um mercado negro online. Era como uma Amazon ou eBay ilegal. Usou Bitcoin como sua principal moeda de negociação. Os clientes podiam comprar todo tipo de coisa, usando Bitcoin, sem que ninguém soubesse quem eles eram. Muitas dessas coisas eram ilegais, coisas como drogas, bens roubados e armas. A Silk Road até tinha anúncios de assassinos!

A Silk Road foi fechada em 2013, após dois anos de atividade. O FBI apreendeu milhões de dólares em Bitcoins, tornando-se um membro muito bem-vindo na comunidade de criptomoedas!

A história do Silk Road chegou aos jornais em todo o mundo. Isso foi bom mas também ruim para o Bitcoin. Foi ruim porque o Bitcoin ficou ligado ao crime online, mas foi bom porque mostrou que o Bitcoin funcionava. A história do Silk Road mostrou ao mundo que o Bitcoin era útil e que tinha um grande grupo de pessoas que queria usá-lo (mesmo que fossem criminosos).

Latest Coinbase Coupon Found:

O que aconteceu depois?

Quando foi lançado em 2009, o Bitcoin valia zero e zero centavo. Em abril de 2011, você poderia obter 1 Bitcoin por $ 1. Em 17 de dezembro de 2017, o Bitcoin teve seu melhor dia até agora. Você poderia trocar 1BTC por  $20,052! Hoje, em 9 de março de 2018, você pode negociar 1BTC por US $ 8.840. Nada mal, certo?

O comércio de criptomoedas tornou-se muito popular. Centenas de outras criptomoedas seguiram Bitcoin no mercado, elas são chamadas de altcoins.

Assim como Bitcoin, altcoins usam tecnologia blockchain, mas eles tentam fazer as coisas de forma um pouco diferente.  Vamos dar uma olhada no resto:

  • Litecoin é muito semelhante ao Bitcoin, mas seu sistema facilita a mineração para usuários que não possuem computadores poderosos.
  • Dogecoin  é um altcoin baseado em diversão tendo um cão Shiba Inu como seu mascote. Os fãs de dogecoin costumam usá-lo para apoiar boas causas, como poços no Quênia e a equipe jamaicana do Bobsled!
  • BitcoinCash foi criado quando um grupo de usuários do Bitcoin discordou de algumas das regras do Bitcoin e se separou para formar sua própria moeda digital em 2017. Um grande desentendimento como esse é conhecido como um hard fork.

Nota: Você pode comparar um hard fork a uma atualização de telefone celular. Algumas pessoas optam por atualizar seu telefone, enquanto outras pessoas não o fazem. Ainda é o mesmo telefone, no entanto, tem características diferentes.

 

Nem todo mundo que usa a tecnologia blockchain está tentando criar criptomoedas. Algumas pessoas estão tentando construir blockchains que são maiores, melhores e podem fazer mais. O exemplo mais conhecido disso é o Ethereum.

O que é Criptomoeda: Mas quando uma Criptomoeda não é realmente uma Criptomoeda?

O criador do Ethereum, Vitalik Buterin, queria construir um blockchain mais avançado que o do Bitcoin. Ele queria criar uma plataforma que pudesse fazer mais do que apenas ser uma moeda digital.

O Ethereum permite que os usuários criem dApps e configurem contratos inteligentes. Contratos inteligentes podem orientar muitos tipos diferentes de transações, incluindo negociações de criptomoedas. Eles também podem ser usados para orientar a folha de pagamento de uma empresa, o contrato de aluguel do seu carro ou até mesmo a compra de uma casa.

Nota: os dApps são como aplicativos comuns (como Facebook, Google ou Twitter), mas são executados em um blockchain e não em um servidor central. Você pode descobrir mais sobre os dApps em nosso guia What is a dApp.

Coloque desta forma, se Bitcoin quer substituir o seu aplicativo bancário on-line, então Ethereum quer substituir todos os seus outros aplicativos! Agora, você entende o que eu quero dizer?

A maneira como a Ethereum está usando a tecnologia blockchain é vista por muitas pessoas como o futuro da criptomoeda. Ethereum é a próxima grande coisa!

 

ethereum

Para aprender mais sobre Bitcoin e Ethereum, veja nosso guia Ethereum vs. Bitcoin.

Agora sabemos como responder a algumas perguntas;

  • O que uma criptomoeda?
  • Quando a criptomoeda foi criada?
  • Quais são as principais criptomoedas lá fora?

Agora, vamos responder outra pergunta importante.

O que é Criptomoeda: Elas são algo bom ou ruim?

Coisas boas sobre criptomoeda (Yeah!)

  • É transparente: Isso significa que todos que usam um blockchain de criptomoeda podem ver todos os negócios que já foram feitos. Você não precisa confiar em outros usuários.
  • Controle pessoal: Isso significa que todo usuário é responsável por seu próprio dinheiro, mas o usuário pode acessá-lo. É descentralizado, lembra? Então, é diferente de dar ao banco o controle do seu dinheiro. Isso significa que cada usuário é responsável por seu próprio dinheiro.
  • É para todos: As criptomoedas estão abertas a todas as pessoas do planeta. Os bancos têm regras sobre quem pode ter uma conta, criptografia não. Existem 2 bilhões de pessoas em todo o mundo que não têm acesso total a contas bancárias!
  • É rápido: O comércio de Bitcoins leva cerca de uma hora, embora possa levar menos de dez minutos. Na maioria dos bancos, um banco internacional para transferência bancária pode levar de 1-5 dias.
  • É seguro: Uma rede de blockchain de criptomoeda é distribuída por milhares de computadores, tornando-os quase impossíveis de hackear.

Coisas ruins sobre criptomoeda (Booo!)

  • Pode ser instável: As criptomoedas precisam ser mais populares antes que todos comecem a usá-las. As moedas fiduciárias (Fiat) não precisam ser populares, pois são apoiadas pelo governo. Se a criptomoeda que você possui se tornar impopular, talvez não seja possível usá-la.
  • Se você perder, vai perdê-la para sempre: Se a sua criptomoeda desaparecer - ou se você perder sua chave privada - você não poderá recuperá-la. Você não pode telefonar para o Bitcoin para reclamar. Lembre-se, não é um banco.
  • Criminais gostam: Se você é um criminoso, então isso provavelmente não é uma coisa ruim, mas para o resto de nós - é! As contas de criptomoeda estão ocultas para que as pessoas possam usá-las para o crime. Se as pessoas virem que criminosos e terroristas as estão usando, talvez não queiram usá-las por conta própria.

Antes de terminarmos o nosso guia sobre criptomoedas, vamos responder a mais uma pergunta.

O que é Criptomoeda e como ela pode mudar o Mundo?

Na vida, devemos ter muito cuidado com quem confiamos. A maioria das pessoas só confia na família e nos amigos. Não damos informações pessoais a um estranho na rua, porque não confiamos neles. No entanto, isso é exatamente o que fazemos toda vez que abrimos uma conta bancária ou pagamos por algo on-line.

Podemos ser capazes de confiar em bancos, governos e outros terceiros na maioria das vezes, mas não podemos confiar neles o tempo todo.

Em 2008, a economia mundial quebrou. Os bancos usaram o dinheiro com o qual tinham confiado muito mal. Os governos do mundo não conseguiram impedir que milhões de pessoas perdessem muito dinheiro.

Outra coisa também estava acontecendo em 2008 - o Bitcoin estava sendo criado. Coincidência? Eu acho que não.

Criptomoedas remove o poder que os bancos e os governos têm sobre nossas vidas. Eles devolvem o poder para nós. Eles também dão esperança para todas as pessoas que foram deixadas de fora do sistema bancário moderno.

Pense no que as criptomoedas podem trazer para países como o Afeganistão. No Afeganistão, apenas 10% dos adultos têm contas bancárias e estes são controlados principalmente por homens. O que é uma criptomoeda para uma mulher afegã? Liberdade.

Síria, Iêmen e Líbia estão em estado de guerra civil. Imagine ser capaz de enviar ajuda diretamente para as pessoas desses países. O que é uma criptomoeda para um sírio? É um link para o resto do mundo, para pessoas que querem ajudar.

E finalmente…

Quando nòs respondemos perguntas como “O que é criptomoeda?”, nòs realmente estamos perguntando “O que a criptomoeda vai fazer por mim?” A resposta é — criptomoeda vai colocar você no controle do seu dinheiro. Criptomoeda vai fazer você fazer parte de uma família global que é livre para negociar além das fronteiras e poderia tornar o mundo um lugar melhor para todos nós vivermos.

O que você acha? O que é criptomoeda para você? Me conte depois!

Leave your honest review

Leave your genuine opinion & help thousands of people to choose the best crypto exchange. All reviews, either positive or negative, are accepted as long as they’re honest. We do not publish biased reviews or spam. So if you want to share your experience, opinion or give advice - the scene is yours!

FAQ

How to pick the best crypto exchange for yourself?

Picking out the best crypto exchange for yourself, you should always focus on maintaining a balance between the essential features that all top crypto exchanges should have, and those that are important to you, personally. For example, all of the best exchanges should possess top-tier security features, but if you’re looking to trade only the main cryptocurrencies, you probably don’t really care too much about the variety of coins available on the exchange. It’s all a case-by-case scenario!

Which cryptocurrency exchange is best for beginners?

Reading through various best crypto exchange reviews online, you’re bound to notice that one of the things that most of these exchanges have in common is that they are very simple to use. While some are more straightforward and beginner-friendly than others, you shouldn’t encounter any difficulties with either of the top-rated exchanges. That said, many users believe that Coinbase is one of the simpler exchanges on the current market.

What is the difference between a crypto exchange and a brokerage?

In layman’s terms, a cryptocurrency exchange is a place where you meet and exchange cryptocurrencies with another person. The exchange platform (i.e. Binance) acts as a middleman - it connects you (your offer or request) with that other person (the seller or the buyer). With a brokerage, however, there is no “other person” - you come and exchange your crypto coins or fiat money with the platform in question, without the interference of any third party. When considering cryptocurrency exchange rankings, though, both of these types of businesses (exchanges and brokerages) are usually just thrown under the umbrella term - exchange. This is done for the sake of simplicity.

Are all the top cryptocurrency exchanges based in the United States?

No, definitely not! While some of the top cryptocurrency exchanges are, indeed, based in the United States (i.e. Coinbase or Kraken), there are other very well-known industry leaders that are located all over the world. For example, Binance is based in Tokyo, Japan, while Bittrex is located in Liechtenstein. While there are many reasons for why an exchange would prefer to be based in one location over another, most of them boil down to business intricacies, and usually have no effect on the user of the platform.