10 Dicas para aprender PHP

Antes de começar a aprender PHP, seria mais sensato reservar um momento para planejar sua abordagem para aprender a linguagem.

Desenvolvedores profissionais que aprenderam PHP gastaram um número significativo de horas aprendendo suas habilidades. Para imitá-los, você precisará garantir que está motivado para fazer o mesmo e, idealmente, conseguir aprender PHP de maneira rápida e eficiente. Quanto mais lentos e ineficientes forem os seus métodos de aprendizado, mais tempo levará para você conseguir um emprego no desenvolvimento PHP ou criar o aplicativo que você tem em mente.

Uma conseqüência ainda pior de uma abordagem de aprendizado lenta e ineficiente é que você estará mais propenso a desistir de estudar! De fato, pesquisas conduzidas pelas universidades de Harvard e MIT descobriram que apenas 4% dos alunos que se inscrevem em cursos on-line realmente os completam.

Então, como posso ajudá-lo a evitar tornar-se mais um dos 96% das pessoas que desistem?

Bem, eu montei uma lista com 10 dicas para ajudar você a aprender PHP. As dicas devem ajudá-lo a abordar o PHP de forma eficaz, mantê-lo motivado e também evitar algumas dificuldades em potencial.

Vamos direto a elas!

Dica 1 – Tenha certeza de que você quer aprender PHP

Se você chegou neste artigo como um novato na programação, talvez não tenha uma forte preferência sobre qual linguagem de programação aprender. Embora isso não seja necessariamente um problema, pode levar a um problema mais adiante, no qual você percebe que uma linguagem de programação diferente é mais adequada às suas aspirações.

PHP é uma linguagem de programação back-end comumente usada no desenvolvimento web. Se daqui a alguns meses você perceber que o que você realmente quer fazer é trabalhar na Rockstar e ajudá-los a construir a próxima edição do Grand Theft Auto, então seria melhor ter aprendido uma linguagem de programação mais usada no desenvolvimento de jogos, como C ou C ++.

Existem muitas razões para aprender PHP, dentre elas:

  • Você quer levar suas habilidades em WordPress para outro patamar. Em setembro de 2018, 7% de todos os sites usavam o WordPress. Como o WordPress é alimentado por PHP, isso cria uma enorme demanda por habilidades em PHP. E se você quiser usar outros sistemas de gerenciamento de conteúdo, como o Joomla ou o Drupal, tenho a satisfação de dizer que eles também são criados com o PHP.
  • O PHP é considerado relativamente fácil de aprender em comparação com outras linguagens de programação.
  • Como o PHP é nativo da web, você poderá colocar projetos simples on-line muito mais rápido e com menos dificuldade do que seria capaz com outras linguagens, o que significa que você verá os resultados de seus esforços muito mais rapidamente do que se aprendesse outra linguagem.

Então, antes de começar a aprender PHP, certifique-se de levar tudo isso em consideração para que você possa ter certeza de que o PHP atende às suas necessidades.

Dica 2 – Tenha seus projetos em mente

Agora que você sabe por que quer aprender PHP, também é útil ter um objetivo em mente para o que você quer fazer com ele. Aprender PHP será um processo longo, e ficar motivado será mais fácil com um objetivo final em mente. Cursos on-line, como o curso Learn PHP Online da BitDegree, mantêm o processo de aprendizado interessante e interativo, fazendo com que você construa um projeto enquanto aprende os fundamentos do desenvolvimento do PHP.

Esta é uma ótima maneira de tornar o processo de aprendizado interessante e relacionável, mas ainda melhor é ter a idéia de seu próprio projeto em mente. Se você mantiver seu próprio projeto em mente, terá mais incentivo para lembrar o que aprendeu se quiser aplicá-lo ao seu próprio projeto.

Você precisará praticar continuamente suas habilidades de PHP recém-desenvolvidas, e geralmente é mais fácil motivar-se para trabalhar em seu próprio projeto. Você pode até criar versões diferentes do seu projeto conforme suas habilidades progridem. Por exemplo, você pode inicialmente criar um aplicativo de contato simples com funcionalidade básica para adicionar e excluir contatos. À medida que suas habilidades se desenvolvem, você pode conectar isso a um banco de dados. Posteriormente, você pode adicionar funcionalidades mais avançadas antes de colocá-las ao vivo e convidar seus amigos para enviar os detalhes.

Antes que você perceba, pode ser o proprietário de um dos maiores sites de redes sociais do mundo, conectando mais de um bilhão de pessoas e gerando bilhões de dólares em receita de publicidade. Quem sabe?

Dica 3 – Primeiro aprenda HTML

Embora o PHP seja uma boa escolha como sua primeira linguagem de programação, ele não deve ser o primeiro passo no desenvolvimento da Web.

Se você ainda não aprendeu, dedique algum tempo para aprender HTML antes de começar a aprender PHP. HTML é uma linguagem de marcação, em vez de uma linguagem de programação, que forma a base para páginas da web. Isso basicamente significa que o código que você escreve representa os elementos básicos de uma página da web, como imagens ou texto. Você não pode programar nenhuma funcionalidade com uma linguagem de marcação, o que a torna relativamente simples de aprender, e também criou a necessidade de usar uma linguagem como o PHP, além do HTML, para tornar os sites mais dinâmicos.

Como o PHP é geralmente usado para tornar o HTML dinâmico, o HTML é comumente visto em documentos PHP. Não só o HTML estará presente na maioria das aplicações do PHP, mas também fará parte de muitos tutoriais e lições sobre o desenvolvimento do PHP. A maioria desses tutoriais simplesmente assume que você já conhece HTML.

Portanto, em vez se pegar aprendendo os dois ao mesmo tempo, dedique algumas horas para aprender o básico do HTML. Aprender PHP levará meses, mas o tempo necessário para aprender HTML é uma questão de horas. Você pode começar com o HTML Coding for Beginners Course da BitDegree, que tem um tempo de conclusão previsto de apenas 51 minutos!

learn php

Dica 4 – Active learning over passive

Uma das melhores maneiras de tornar o aprendizado mais eficaz é aprender ativamente ao invés de passivamente. Aprender passivamente significa simplesmente observar / ler / ouvir e absorver informação. Aprender ativamente significa realmente usar o que você está aprendendo em um problema ou projeto.

Os profissionais da educação parecem ser unânimes em acreditar que as estratégias de aprendizagem ativa são melhores que as passivas. O único problema é que criar uma experiência de aprendizado ativa geralmente é mais difícil do que criar uma experiência passiva.

O curso "Learn PHP Online" da BitDegree é um ótimo exemplo de uma experiência de aprendizagem ativa. Para avançar além de cada lição do curso, você precisa resolver o problema usando o que acabou de aprender no editor de código.

learn php

Um exemplo de experiência de aprendizado passivo seria assistir a um vídeo no YouTube de um instrutor falando sobre uma apresentação de slides que explica quais são as funções. Experiências de aprendizado passivo ainda podem ser úteis, no entanto. O instrutor pode oferecer a melhor explicação sobre o que é uma função que você já ouviu falar.

O conselho aqui não é necessariamente evitar totalmente as experiências passivas de aprendizado, mas tentar ativá-las. Você poderia pegar os exemplos na palestra e escrevê-los você mesmo, fazendo alterações e vendo o que acontece.

Dica 5 – Don’t be afraid to break things

Tenha cuidado com este conselho. Se você está trabalhando em um site ao vivo, propositalmente quebrar as coisas certamente não é a melhor idéia. Se você está trabalhando com o WordPress, geralmente é aconselhável deixar os arquivos PHP somente no núcleo do WordPress. Não quebre isso.

Mas nos arquivos de projeto offline que você cria, ou nos arquivos PHP nas pastas do tema WordPress, quebrar as coisas não é uma má ideia. Você aprenderá muito juntando-os novamente.

Este conselho não significa estritamente que você tenha que interromper seus sites, mas sim que você não deve ter medo de que isso aconteça. As coisas que dão errado geralmente são uma excelente experiência de aprendizado. Quanto maior o problema, melhor você se lembrará da solução.

Para iniciantes, os editores de códigos interativos no curso "Learn PHP Online" do BitDegree são um ótimo ambiente para experimentar. Você pode ter certeza de que, independentemente do que fizer com o código que está editando, não será possível desativar todo o site do BitDegree.

Se você tiver algumas ideias sobre como resolver um problema e a primeira delas funcionar, experimente também a sua segunda ideia, em vez de simplesmente avançar. No desenvolvimento da web, geralmente há mais de uma maneira de resolver um problema.

learn php

Dica 6 – Turn on Error Reporting in PHP.ini

Se você estiver indo para quebrar as coisas, pode ser sábio para se certificar de que o relatório de erros está ativado. Isso pode ser habilitado por padrão, mas em alguns casos quando você quebra seu aplicativo PHP, tudo o que você verá é uma tela em branco.

Para ver um relatório de erros, assegure-se de ativar o tratamento de erros no arquivo php.ini usando o código:

ini_set('display_startup_errors', 1);

ini_set('display_errors', 1);

error_reporting(-1);

Isso significa que, quando você cometer um erro em seu código, um relatório de erro como o abaixo (o resultado de um ponto e vírgula ausente) retornará pelo menos uma mensagem um pouco útil para ajudá-lo a depurar o problema.

learn php

Dica 7 – Be careful with syntax

Tanto na sua formação em codificação quanto na sua vida como desenvolvedor profissional, você perderá horas da sua vida com erros de sintaxe.

Um erro de sintaxe basicamente significa que você escreveu algo que o PHP não entendia. Pode ser porque você digitou o nome de uma variável de forma diferente de como você a criou, ou esqueceu de colocar um ponto-e-vírgula no final da sua declaração. Você vai esquecer muito esse ponto-e-vírgula.

Algumas linguagens de programação, como JavaScript, são mais liberais no uso de ponto-e-vírgula do que uma linguagem como o PHP. Em alguns casos, o PHP pode ser bastante liberal também: por exemplo, é considerado uma boa prática em algumas situações não fechar suas tags PHP. Em outras situações, um ponto e vírgula ausente mata o aplicativo inteiro.

Portanto, tenha muito cuidado com sua sintaxe. Na programação, é imperativo que as coisas sejam escritas corretamente.

Mas esse conhecimento da probabilidade de erros de sintaxe é útil. Ele nos diz onde procurar primeiro quando seu programa não funciona. Antes de excluir todo o programa e começar novamente, verifique se há um erro de sintaxe.

Dica 8 – Mantenha seu código legível

Ao aprender a codificar, você aprenderá com instrutores que tomam muito cuidado com a apresentação de seu código. E se você não for ... você deve encontrar um instrutor diferente.

No início, todo o espaçamento, recuos e alinhamento podem parecer superficiais. Se o código funciona, funciona né? Quem se importa com o espaçamento?

Bem, quando você cometer um erro ou voltar para rever o código que você escreveu há algum tempo, você vai se importar. Pior ainda, se seus colegas tiverem que trabalhar com seu código que você não manteve legível, você se importará ainda mais, porque seus colegas o odiarão.

Um código bem escrito é essencial para lidar com os erros discutidos na dica 7. Se você colocar todo o seu código em uma linha, o computador poderá lê-lo bem. Mas se você perdeu um ponto e vírgula, você ou outra pessoa tem que identificar isso.

Qual exemplo seria mais fácil detectar um ponto-e-vírgula ausente?

learn php

Ou

learn php

Caso isso não seja óbvio, é exatamente o mesmo código. A única diferença é o espaçamento.

A primeira versão do código facilita a localização de ponto-e-vírgula no final de cada linha, enquanto que as tags de abertura e HTML (<? Php) e tags de fechamento (?>) Em alinhamento também ajudam a identificar se você simplesmente esqueça de incluir uma tag de fechamento.

A segunda versão é apenas todo o código acumulado. Agora você tem que verificar todo o código de ponto e vírgula em falta, em vez de apenas dar uma rápida olhada no final da linha. Onde as tags PHP começam e terminam? Eles têm suas próprias linhas na versão um, mas você precisa varrer todo o código de tag de abertura para tag de fechamento na versão dois do código para verificar se ambos estão lá.

Além de manter seu código limpo, claro e legível, certifique-se de usar os comentários para se lembrar do que estava pensando ao escrever seu código.

Comentários são linhas de texto que são ignoradas pelo interpretador PHP. Você pode transformar seu texto em um comentário incluindo duas barras no início da linha.

// Como isso.

O computador ignora completamente seus comentários, fazendo com que pareçam um pouco inúteis. Mas enquanto o código é para o computador, os comentários são para os humanos. Particularmente, se você escrever algo complexo, os comentários podem ser extremamente úteis para outras pessoas ou para você mesmo no futuro entender ou lembrar o que seu programa faz. Por exemplo, abaixo eu escrevi um comentário acima desta consulta personalizada do WordPress para me lembrar o que é quando eu aprendi. O comentário é o texto cinza que começa com //.

learn php

Os comentários podem ser uma ótima maneira de deixar pequenas anotações para ajudá-lo a lembrar-se de como fazer as coisas. Como um novato, é muito provável que você volte a visitar o código que você escreve agora no futuro. Quando alguém lhe pede para construir algo que você criou antes, referir-se ao código que você escreveu e entendeu antes pode ser mais fácil de usar do que tentar entender o exemplo de outra pessoa encontrado pelo Google.

Bem, só será mais fácil se o seu código estiver limpo, claro, fácil de entender e fizer bom uso dos comentários.

Dica 9 – Tente resolver problemas você mesmo

Quando você se depara com um problema, uma reação mais comum é pedir imediatamente ajuda.

Não há nada de errado em pedir ajuda. De fato, muitas pessoas diriam que isso deveria ser encorajado. Mas se você perguntar a alguém assim que estiver preso, não aprenderá a lição tão perto quanto você teria feito se tivesse descoberto o problema sozinho. Há um momento certo para fazer uma pergunta.

learn php

Mas lembre-se, quando você está aprendendo PHP, você não está em busca de uma pista - você não é a primeira pessoa a aprender esta linguagem de programação.

Muitas pessoas foram antes de você, e suas perguntas estão por toda a internet. Há também muitas pessoas que querem ajudar, e suas respostas também estão em toda a internet.

Particularmente, se você estiver perto do início de sua experiência de aprendizado, estudando noções básicas de PHP, é extremamente improvável que seu problema não tenha sido encontrado antes por outra pessoa. Então, se você quiser encontrar uma resposta para qualquer problema que você tenha com o PHP, então faça o que você faz para resolver todos os seus outros problemas. Google isso!

Na parte superior dos resultados da pesquisa, você descobrirá que alguém provavelmente postou uma pergunta estranhamente semelhante à sua no Stackoverflow.

Se você não encontrar uma correspondência para sua pergunta, também é importante lembrar que o PHP, como todas as outras linguagens de programação, possui uma documentação abrangente para ajudar seus usuários a entender como usar o PHP. Se o manual é um pouco esmagador, uma base de conhecimento PHP mais digestível está disponível no BitDegree.

learn php

Dica 10 – Understanding jargon

Uma dificuldade que você pode encontrar no início ao aprender PHP é a linguagem técnica usada pelos instrutores ou nas instruções.

Um bom instrutor será capaz de explicar o básico do PHP para você em inglês simples. Porém, quando você começar a abordar tópicos mais avançados, o instrutor precisará usar uma linguagem mais técnica para descrever conceitos de maior complexidade.

É importante que você aprenda as palavras em seu novo vocabulário o suficiente para entender frases que possam usar duas ou mais palavras jargões nelas. Infelizmente, é improvável que você entenda como usar o PHP, a menos que você possa entender os conceitos difíceis por trás dele, e isso significa aprender uma linguagem técnica.

Um exemplo simples seria entender "como passar uma variável como um argumento para sua função".

O curso "Aprenda PHP on-line" da BitDegree aborda os conceitos de variáveis, funções e argumentos como parte de seu currículo no básico do PHP, portanto, até o final do curso, essa frase deve fazer todo o sentido para você. Se você tem medo de ser difícil, considere anotar o significado de cada palavra do jargão ao consultá-las, a fim de analisá-las quando um instrutor usar uma sentença assim mais tarde em sua educação em PHP.

Conclusão

As dicas deste guia ajudarão você a se preparar para ser um aluno PHP melhor e garantir um processo de aprendizado mais eficiente se for seguido corretamente.

Embora a maioria dessas dicas seja direcionada àqueles que estão no início de sua busca para aprender a usar o PHP, algumas serão úteis para aqueles em um estágio mais avançado de sua educação em PHP.

Mas, de qualquer forma, agora que você investiu nisso, você pode ter feito sua escolha para aprender PHP. Se for esse o caso, só resta uma coisa a fazer ...

É hora de aprender PHP!

Pode ser um processo assustador, assim como qualquer coisa que escolhemos aprender. Mas para muitos, é uma estrada bonita e há uma sensação extremamente gratificante no final dela. Siga as dicas deste guia e você estará bem em seu caminho.

Se você tiver alguma dúvida para mim, por favor, não hesite em perguntar. Basta deixar um comentário abaixo e entraremos em contato com você o mais breve possível!

Leave your honest review

Leave your genuine opinion & help thousands of people to choose the best online learning platform. All reviews, either positive or negative, are accepted as long as they’re honest. We do not publish biased reviews or spam. So if you want to share your experience, opinion or give advice - the scene is yours!

TOP3 Most Popular Coupon Codes

Verified

95% OFF

Advanced SQL: SQL Expert Certification Preparation Course
Rating
5.0
Verified

95% OFF

Complete Python 3 Programming Bootcamp: Beginner to Advanced
Rating
4.8
Verified

100% FREE

Best Courses at BitDegree
Rating
5.0

FAQ

How do you choose which online course sites to review?

We pick online learning platforms according to their market size, popularity, and, most importantly, our users’ request or general interest to read genuine MOOC reviews about certain online learning platforms.

How much research do you do before writing your e-learning reviews?

Our dedicated MOOC experts carry out research for weeks – only then can they say their evaluations for different aspects are final and complete. Even though it takes a lot of time, this is the only way we can guarantee that all the essential features of online learning platforms are tried and tested, and the verdict is based on real data.

Which aspect is the most important when choosing the best online learning platforms?

It wouldn’t be right to pick just one aspect out of the selection: priorities depend on each individual person, their values, wishes, and goals. A feature that’s important to one person can be utterly irrelevant to the other. Anyhow, all users would agree that good quality of the learning material is a must for online learning platforms.

How is this e-learning review platform different from others?

Every MOOC-reviewing platform is unique and has its own goals and values. Our e-learning reviews are 100% genuine and written after performing a careful analysis. That is the goal that a lot of e-learning review sites lack, so we consider it to be our superpower!