ZCash VS Monero - Guia Completo

Neste guia sobre ZCash vs Monero, você aprenderá sobre as histórias e equipes por trás dessas duas criptomoedas, conhecerá as diferenças entre ZCash e Monero em seus objetivos e aspectos técnicos, e será capaz de decidir qual delas você prefere. Estarei explicando tudo sobre cada uma dessas moedas interessantes e semelhantes.

Esperamos que, ao final deste guia sobre ZCash VS Monero, você tenha uma compreensão sólida sobre todos os pontos acima. Isso deve lhe ajudar a decidir qual delas você deseja usar ou investir.

Como você pode ver, temos muito a cobrir neste guia sobre Monero VS ZCash, então, sem mais delongas, vamos começar!

Principais Elementos das Criptomoedas

Para começar este guia sobre ZCash VS Monero, primeiro vou lhe levar de volta para antes de qualquer criptomoeda existir. Quando o blockchain do Bitcoin foi lançado pela primeira vez, muitos artigos sobre a natureza anônima do Bitcoin foram escritos. Era a moeda preferida para uso no principal mercado da dark web, o Silk Road.

O Silk Road foi o primeiro de muitos serviços que permitiam aos usuários comprar produtos e serviços ilegais online. Portanto, era crucial que a moeda usada fosse totalmente privada e impossível de rastrear. Infelizmente para muitos, esse não é o caso do Bitcoin.

Uma vez que o blockchain do Bitcoin (banco de dados de transações) é público, aqueles que não usam medidas de privacidade adicionais podem ser facilmente rastreados. Com um pouco de conhecimento e um estudo cuidadoso do blockchain do Bitcoin, é possível descobrir as identidades de quem está fazendo as transações.

Embora ainda seja verdade que as transações do Bitcoin podem ser quase que inteiramente anônimas, fazer isso ainda requer muitas etapas extras de segurança. Essas etapas são frequentemente muito complicadas para o usuário médio e para os desenvolvedores da ZCash e da Monero, uma criptomoeda diferente e mais privada era necessária.

Mas Por Que Ficar Anônimo?

Antes de chegar ao foco deste artigo - a disputa ZCash vs Monero - é importante discutir por que alguém desejaria manter sua identidade em segredo ao fazer transações. Existem muitas razões. Algumas são moralmente questionáveis ​​e outras nem tanto. Os motivos incluem:

  • Para comprar substâncias consideradas ilegais na parte do mundo em que você vive. Elas podem ser usadas para fins medicinais ou recreativos. A cannabis medicinal, por exemplo, é perfeitamente legal em algumas partes do mundo e em outras não. Parece bizarro e completamente injusto em um mundo globalizado que, por causa de uma linha imaginária em um mapa, o lugar onde você nasceu seja um fator determinante sobre quais medicamentos você tem permissão para usar. As moedas de privacidade permitem que as pessoas acessem essas substâncias sem ter que se encontrar pessoalmente com pessoas potencialmente perigosas. Elas protegem a identidade do comprador ao fazer compras.
  • Para pagar por serviços ilegais. Isso pode ser malicioso, como um software usado por hackers. Mas também pode não ser malicioso. Os usos não maliciosos de criptomoedas anônimas incluem o uso de serviços de jogos de azar em áreas onde os jogos de azar são ilegais, ou até mesmo o pagamento de pessoas por serviços relacionados à livre circulação. Por exemplo, se um homossexual quisesse fugir de uma nação governada por um governo opressor como a Arábia Saudita.
  • Fungibilidade - outro problema com o blockchain do Bitcoin é que é possível ver de onde um Bitcoin veio. Isso é um problema, pois alguns fornecedores podem optar por rejeitar o pagamento se os fundos tiverem sido usados ​​ilegalmente no passado. Esta não é uma boa qualidade para o seu dinheiro. Tanto a Monero quanto a ZCash fazem com que ninguém saiba se uma unidade de qualquer uma das moedas foi usada ilegalmente. Como afirma o lema da ZCash: “todas as moedas são criadas igualmente”.

De Volta ao Princípio…

Agora que você conhece algumas das muitas razões pelas quais alguém poderia querer usar criptomoedas anônimas, vamos olhar de perto a disputa ZCash VS Monero. Já sabemos que ambas as moedas oferecem privacidade para seus usuários, mas existem outras semelhanças e diferenças entre os dois projetos.

Antes de examinar melhor suas especificações, farei uma breve descrição das histórias de cada criptomoeda.

Monero

A Monero foi criada em 2014. Antes, era conhecida como BitMonero. No entanto, rapidamente o nome foi reduzido para simplesmente "Monero".

A Monero é um fork de uma criptomoeda anterior chamada Bytecoin. Contudo, houve uma polêmica em relação ao lançamento do Bytecoin, uma vez que 80% dele já havia sido minerado antes de seu lançamento. Alguns dos desenvolvedores e a comunidade em torno do projeto não concordaram com isso. Eles, então, fizeram um fork do Bytecoin em 2014. Esse fork acabaria se tornando a moeda que agora é conhecida como Monero.

A Monero usa um protocolo diferente do Bitcoin. Esse protocolo é chamado de CryptoNote. O CryptoNote funciona agrupando muitas transações. Isso torna impossível dizer a qual das entradas (remetentes) cada transação pertence. Se você já ouviu falar de um serviço de mistura de Bitcoin, é bastante semelhante.

Assim como o Bitcoin, a Monero conta com a Prova-de-Trabalho para validar as transações. A Prova-de-Trabalho requer que o poder computacional seja usado para atualizar o blockchain da Monero. Os sistemas de computador que fornecem esse poder ganham recompensas por meio das taxas de transação, além de moedas recém-criadas pela criação de novos blocos de transações.

ZCash

A ZCash foi fundada um pouco depois da Monero em 2016. Ela começou como um projeto conhecido como Zerocoin. Isso rapidamente mudou para o sistema Zerocash. Por fim, ela tornou-se a versão final da criptomoeda que hoje conhecemos como ZCash.

A ZCash é um fork do código-base do Bitcoin. Isso significa que ela é muito mais parecida com o Bitcoin do que a Monero. Uma das alterações que a equipe da ZCash fez no código do Bitcoin foi a adição de provas de conhecimento-zero chamadas zk-SNARKS. É assim que a privacidade é garantida para aqueles que negociam com a ZCash. Sem ser muito técnico, esses zk-SNARKS podem ser usados ​​para ocultar endereços de envio e recebimento, assim como o valor da transação.

Ao contrário da Monero, a ZCash não é privada por padrão. Os usuários devem optar por enviar seus pagamentos de forma privada. Eles também podem enviar pagamentos públicos. Eles funcionam de maneira muito semelhante às transações do Bitcoin.

A ZCash também oferece uma recompensa para a própria equipe. Durante os primeiros quatro anos de sua existência (até 2021), 20% das recompensa dos blocos irá para os desenvolvedores, investidores e uma fundação sem fins lucrativos.

Monero VS ZCash: Especificações Técnicas Essenciais

Para começar a comparação entre Monero ou Zcash, vamos começar com seus objetivos.

Objetivos

O objetivo da Monero e da Zcash é que elas sejam usadas ​​apenas como moedas. Isso significa que os desenvolvedores por trás de ambos os projetos pretendiam que cada moeda fosse usada para fazer pagamentos.

No caso da ZCash, essas transações podem ser tanto privadas, se o remetente solicitar, quanto públicas, se ele assim preferir. No caso da Monero, as transações são apenas privadas.

O objetivo das transações privadas é proteger a identidade dos usuários pelos motivos que mencionei anteriormente. Alguns acham que é seu direito usar seu dinheiro de uma forma que não seja observada por outras pessoas.

Velocidade

A seguir, neste guia sobre ZCash VS Monero, vamos olhar de perto a velocidade de cada blockchain.

O blockchain da Monero possui um tempo de bloco de dois minutos, o que quer dizer que novos blocos são criados a cada dois minutos. Isso a torna cerca de cinco vezes mais rápida que o Bitcoin para transações.

Enquanto isso, a ZCash possui um tempo de bloco de cerca de dois minutos e meio. Isso a torna cerca de quatro vezes mais rápida que o Bitcoin e um pouco mais lenta que a Monero para transações.

No blockchain da ZCash, essa velocidade depende do quão ocupada a rede está. Se muitas pessoas enviarem transações ao mesmo tempo, sua transação pode não chegar ao primeiro bloco. Podem ser necessários vários blocos para que ela seja incluída. Também é importante notar que as transações privadas ocupam muito mais espaço em cada bloco. Se a rede estiver processando apenas transações privadas, a velocidade da rede, então, é de cerca de seis transações por segundo. Isso se compara a pouco mais de 26 transações por segundo, quando nenhum nível extra de anonimato é usado nas transações que preenchem o bloco.

A Monero funciona de maneira um pouco diferente. Ela possui um limite de tamanho de bloco dinâmico. Isso significa que os blocos aumentam e diminuem em resposta à demanda da rede. O tamanho de cada bloco é baseado nos 100 blocos anteriores. Isso significa que se a rede estiver processando muitas transações, o tamanho do bloco aumentará lentamente, dando à rede maior capacidade. Há quem afirme que a Monero pode lidar com 1.700 transações por segundo. No entanto, isso nunca esteve nem perto de ser testado. Para que isso ocorra, os requisitos de memória seriam muito grandes para muitos dos nós da rede, de qualquer forma.

Adoção

Uma das áreas em que esses dois projetos focados na privacidade diferem é em seus níveis de adoção. A Monero parece ter encontrado mais uso na dark web do que a ZCash. Isso ocorre porque a Monero é muito mais fácil de usar do que a ZCash atualmente. No momento, existem poucas carteiras confiáveis ​​para essa moeda. No entanto, por ser uma criptomoeda relativamente nova, isso certamente mudará.

A Monero encontrou casos de uso na dark web por países desonestos como a Coréia do Norte, que querem contornar as sanções internacionais, e por grupos de hackers. A facilidade com que ela pode ser minerada por sistemas de computador tradicionais também ocasionou em alguns usos interessantes.

Mineração no Navegador e Criptojacking

Outra área em que a Monero encontrou adoção foi a de mineração no navegador. Isso ocorre porque ainda é possível minerar Monero usando apenas uma GPU ou CPU. A mineração no navegador envolve a execução de um software de mineração a partir de um navegador da Internet. É muito fácil de fazer, embora não muito eficiente. No entanto, se você conseguir que centenas ou milhares de usuários de computador usem sua eletricidade para fazer isso por você, pode ser bastante lucrativo.

Nota: Uma CPU é uma Unidade de Processamento Central. Todos os computadores possuem CPU. Você pode pensar nela como o cérebro do computador. Enquanto isso, uma GPU é uma Unidade de Processamento Gráfico. Computadores de jogos de última geração usam GPUs. Eles são mais poderosos do que CPUs e são necessários para exibir as imagens de alta qualidade usadas em jogos de PC modernos. As GPUs podem minerar com maior eficiência que as CPUs.

Publicação Online

Para alguns editores de conteúdo, a mineração por navegador representa uma forma de monetizar uma página da web sem forçar publicidade aos visitantes. Se ficar claro que parte do poder computacional de um visitante do site será usado para ajudar a financiar o site, não há nenhum dano real causado por isso. O usuário é livre para decidir se deseja continuar minerando para o site ou não.

Criptojacking

Alguns editores de sites não são tão transparentes sobre o fato de estarem forçando os usuários a minerar criptomoedas para eles. Além disso, alguns sites de download ocultam o software de mineração da Monero como parte do arquivo que os usuários estão baixando. Usar um software de mineração em um computador sem a permissão do proprietário é conhecido como criptojacking. Quando comparamos a ZCash VS Monero, a Monero é a preferida para criptojacking por causa de suas propriedades anônimas e pelo fato de ainda ser possível minerá-la usando CPUs e GPUs.

Mineração no Navegador e Caridade

No fim das contas, a mineração no navegador tem sido mais frequentemente usada para causas beneficentes. A instituição de caridade infantil UNICEF lançou um site chamado The Hopepage. A ideia por trás do Hopepage é que usuários de computador possam visitar o site e doar alguns de seus recursos computacionais não utilizados para minerar Monero para a UNICEF.

Quando o site é carregado, há uma opção clara de começar a minerar. Os visitantes são, então, questionados sobre o quanto de seu poder de computação gostariam de doar. Se as tarefas que estão realizando exigem muita energia, eles podem doar apenas 20%. Se estiverem apenas navegando em poucos sites, podem doar até 80%. No momento em que este artigo foi escrito, um significativo número de 18.000 pessoas estavam doando para a The Hopepage!

Problemas com a Adoção

A Agência de Segurança Financeira Japonesa (FSA) declarou em 18 de junho de 2018 que haverá uma proibição de criptomoedas anônimas. Assim como a Monero e a Zcash, moedas como a DASH e Augur’s REP também viraram alvo. A FSA declarou que o motivo por trás dessa mudança é tentar dificultar o uso das criptomoedas para atos ilegais.

Se mais países seguirem o exemplo dado pelo Japão, a adoção de tais moedas com foco em privacidade pode sofrer sérios impedimentos.

Uma das áreas em que a ZCash poderia vencer a Monero na guerra das moedas de privacidade é o fato de que as transações da ZCash não precisam ser privadas. Isso pode ajudá-los a evitar possíveis problemas regulatórios no futuro e pode ajudá-los a cumprir os requisitos de “conhecer seu cliente” em vários países.

Custo das Taxas

No momento em que este artigo foi escrito, a taxa média da Monero era de cerca de 90 centavos. Isso mudou drasticamente em relação ao preço da Monero. Em seu ponto mais alto, o custo de envio de Monero era pouco mais de 20 USD! A Monero sofre dos mesmos problemas de escalabilidade do Bitcoin.

Enquanto isso, a taxa média da ZCash é incrivelmente baixa, de apenas 0,0001 ZEC. No momento em que este artigo foi escrito, isso era menos que 2 centavos! De acordo com o Bitinfocharts.com, elas continuaram muito baixas ao longo de toda a existência da ZCash.

ZCash VS Monero: gráfico com histórico de transações.

Escalabilidade

A escalabilidade do Blockchain é um dos problemas mais urgentes que todos os projetos de criptomoedas enfrenta. Para que uma moeda digital seja realmente capaz de competir com empresas como a VISA em escala global, as redes precisam ser capazes de lidar com um volume de transações muito maior do que o atual.

A Monero tentou resolver os problemas de escalabilidade com seu limite de tamanho de bloco dinâmico. No entanto, como foi evidenciado pelas taxas massivas que foram cobradas no passado, isso não é suficiente para permitir que a rede seja usada por todo o planeta.

Enquanto isso, a ZCash enfrenta problemas de escalalabilidade piores que os do Bitcoin. Como as transações privadas ocupam mais espaço em blocos do que o Bitcoin, se todos quisessem fazer transações anônimas, haveria rapidamente uma corrida pelo topo das taxas de transação. Foi o que aconteceu com o Bitcoin na primavera de 2017. No entanto, não há demanda suficiente de ZCash para que tal corrida ocorra no momento.

As Equipes

Ao comparar criptomoedas, é sempre bom conhecer as equipes por trás dos projetos. Isso é o que farei a seguir neste guia sobre ZCash VS Monero.

Equipe da Monero

A equipe da Monero é em, grande parte, um segredo. Dois dos principais desenvolvedores do projeto são conhecidos. Os outros operam sob pseudônimos.

Riccardo “Fluffypony” Spagni é o líder do projeto e o desenvolvedor mais à frente da marca. Spagni mora na África do Sul, onde trabalha em vários projetos de criptomoedas, incluindo a Monero. Ele é muito ativo no seu Twitter @fluffypony. Sua formação acadêmica é em logística e informática. Além disso, ele possui muitos anos de experiência como desenvolvedor de softwares.

Spagni é acompanhado por Francisco “ArticMine” Cabañas e uma longa lista de pseudônimos de outros desenvolvedores. Já que tão pouco se sabe sobre a equipe, terei que encurtar este segundo!

Equipe da ZCash

Enquanto isso, a equipe da Zcash é muito mais aberta. O CEO e fundador do projeto é Zooko Wilcox. Ele é um desenvolvedor com mais de 20 anos de experiência em criptografia e segurança de dados. É muito ativo na sua conta oficial do Twitter, @zooko.

Zooko trabalha acompanhado de uma equipe experiente de cientistas. O primeiro é o técnico Eli Ben-Sasson. Eli é um professor respeitado do Instituto de Tecnologia de Israel. Ele também é um especialista em projetar e aplicar sistemas de prova.

O outro é Alessandro Chiesa. Chiesa é membro do departamento de Ciência da Computação da Universidade de Berkeley. Ele fez até o doutorado no Instituto de Tecnologia de Massachusetts.

Esses três são acompanhados por uma extensa equipe de técnicos e especialistas em informática. No entanto, uma ausência bastante sentida é a de uma equipe de marketing. Isso pode afetar as possíveis adoções da ZCash no futuro.

Curiosamente, alguns dos maiores nomes do mundo das criptomoedas atuam como consultores para o projeto ZCash. Gavin Andresen, Vitalik Buterin, Arthur Breitman e Dana Syracuse ajudam a equipe principal.

Histórico de Mercado até o Momento

Monero

A Monero foi criada pela primeira vez no famoso mercado de urso (bear market) de 2014. Durante seus primeiros anos, a posição do preço em relação ao dólar permaneceu constante. Não houve grandes movimentos em nenhuma das direções.

Como todo o mercado de criptomoedas começou a ficar otimista na última parte de 2016, a Monero também começou a experimentar uma tendência de alta. Isso ficou mais rápido à medida que 2017 avançava e, em meados do ano, a Monero, como a maioria dos outros ativos digitais, teve um crescimento explosivo.

O preço de uma moeda Monero atingiu seu pico no início de 2018. Chegou a alcançar o Bitcoin e os pontos mais altos de outras criptomoedas. O preço da Monero mais alto de todos os tempos chegou perto de 500 USD por moeda.

Desde essa alta, a tendência é de queda com algumas “armadilhas de touro” ao longo do caminho. O preço de uma moeda Monero no momento da escrita desse artigo (29 de junho de 2018) é em torno de 120 USD.

Você pode ver todo o histórico de desempenho de mercado da Monero abaixo.

ZCash VS Monero: histórico de desempenho de mercado da Monero.

ZCash

O histórico de preço da Zcash segue um padrão semelhante ao da Monero (e de muitas outras criptomoedas). Como você pode ver na imagem abaixo, após o seu lançamento, o preço sofreu uma oscilação lateral. Contudo, a tendência de alta começou um pouco mais tarde que a da Monero.

Em meados de 2017, o preço começou a subir em relação ao dólar americano. Você pode ver no gráfico de preços que ele se manteve consistente em relação ao Bitcoin ao longo do ano. Com o aumento do Bitcoin, aumentou também a Zcash. Quando o Bitcoin caiu, a ZCash também caiu. É por isso que a linha laranja que representa o desempenho da ZCash em relação ao Bitcoin permanece virtualmente plana ao longo da vida da moeda até agora.

Você pode ver o histórico completo de preços da ZCash abaixo.

ZCash VS Monero: Gráfico de Comparação

  Criada Limite Máximo de Suprimento Total de unidades até a redação do artigo Preço atual em USD Maior Preço Atingido em USD Algoritmo de mineração Tempo de bloco Mineração Transações por segundo
Monero Abril de 2014 18,400,000 (+ 0.3 XMR/minuto) 16,180,000 $119.98 $494 CryptoNote 2 minutes GPU/CPU Teoricamente ilimitadas
ZCash Outubro de 2016 21,000,000 4,240,000 $150.79 $876 Equihash 2.5 minutes GPU/CPU Entre 6 e 26

ZCash VS Monero: Conclusão

Então é isso. Nosso guia sobre a disputa ZCash VS Monero chegou ao fim! Espero que você tenha o achado divertido e informativo. Eu cobri bastante coisa no guia. Talvez seja melhor recapitular o que você deve ter aprendido:

  • O básico da ZCash VS Monero.
  • Os objetivos da ZCash e Monero.
  • Suas velocidades de transação.
  • Adoções da ZCash e Monero.
  • Problemas de escalabilidade enfrentados por cada equipe.
  • O histórico de mercado da ZCash vs Monero.

Agora que terminamos, o que você acha da disputa ZCash VS Monero? Você acha que uma moeda se tornará a moeda de privacidade preferida no futuro? Ou você acha que as duas podem coexistir? Adoraríamos saber sua opinião!

Deixa o seu comentário honesto

Deixe sua opinião genuína e ajude milhares de pessoas a escolher a melhor exchange de criptografia. Todos os comentários, positivos ou negativos, são aceitos, desde que sejam honestos. Não publicamos feedback tendencioso ou spam. Então, se você quiser compartilhar sua experiência, opinião ou dar conselhos - o espaço é seu!

Perguntas Frequentes

Como escolher a melhor exchange de criptomoedas?

Ao escolher a melhor exchange de criptografia , você deve sempre se concentrar em manter um equilíbrio entre os recursos essenciais que todas as principais exchanges de criptografia devem ter e aquelas que são importantes para você, pessoalmente. Por exemplo, todas as melhores exchanges devem possuir recursos de segurança de alto nível, mas se você deseja negociar apenas as principais criptomoedas, provavelmente não se preocupa muito com a variedade de moedas disponível na exchange. É tudo uma situação caso a caso!

Qual exchange de criptomoedas é a melhor para iniciantes?

Ao ler várias das melhores análises de exchanges de criptografia online, você notará que uma das coisas que a maioria dessas exchanges têm em comum é que elas são muito simples de usar. Enquanto algumas são mais diretas e mais acessíveis para iniciantes do que outros, você não deverá encontrar nenhuma dificuldade com nenhuma das exchanges mais bem cotadas. Dito isso, muitos usuários acreditam que a Coinbase é uma das exchanges mais simples do mercado atual.

Qual é a diferença entre uma exchange de criptomoedas e uma corretora?

Em termos leigos, uma exchange de criptomoedas é um lugar onde você encontra e negocia criptomoedas com outra pessoa. A plataforma de exchange (ou seja, a Binance) atua como um intermediário - conecta você (sua oferta ou solicitação) à outra pessoa (o vendedor ou o comprador). Com uma corretora, no entanto, não há “outra pessoa” - você apenas negocia suas criptomoedas ou moeda fiduciária com a plataforma em questão, sem a interferência de terceiros. Ao considerar as classificações de exchange de criptomoedas, no entanto, esses dois tipos de negócios (bolsas e corretoras) são normalmente incluídos no termo - exchange. Isso é feito por uma questão de simplicidade.

Todas as melhores exchanges de criptomoedas baseadas nos Estados Unidos?

Não, definitivamente NÃO! Embora algumas das principais exchanges de criptomoedas sejam, de fato, baseadas nos Estados Unidos (ou seja, Coinbase ou Kraken), existem outros líderes da indústria muito conhecidos que estão localizados em todo o mundo. Por exemplo, a Binance está sediada em Tóquio, no Japão, enquanto a Bittrex está localizada em Liechtenstein. Embora haja muitos motivos pelos quais uma exchange preferiria ser baseada em um local em vez de outro, a maioria delas se resumem a complexidades de negócios e geralmente não têm efeito sobre o usuário da plataforma.

Dias
Horas
Minutos
Segundos