Entendendo a Ripple: O que é a moeda Ripple?

Por ter sido a terceira criptomoeda lançada, ficando atrás apenas da Bitcoin e da Ethereum, suponho que você já ouviu da moeda Ripple. É Coincidentemente ela também é a terceira mais valiosa entre as  criptomoedas, com uma capitalização de mercado atual de US $ 31,36 bilhões. Enorme, não é?

Você pode estar se perguntando o que é a Ripple e por que é tão popular, e é exatamente a respeito disso que iremos falar neste guia.

Eu lhe darei uma visão geral como funciona a Ripple, quais são os seus prós e contras e responderei a uma questão bem frequente: como comprar Ripple na Coinbase?

Ao final deste guia, você também conhecerá seus recursos de segurança - um dos aspectos mais importantes para todas as criptomoedas!

Então, vamos começar!

Uma Introdução à Ripple

A primeira coisa que você precisa saber é que a Ripple é uma criptomoeda focada em resolver os problemas relacionados a pagamentos e transferências internacionais.

Para ser mais preciso,   A Ripple é uma plataforma para um sistema global de pagamentos, acordos e trocas. XRP é a criptomoeda que é trocada nesta plataforma para facilitar as transações.

Ripple Coin Ripple Platform XRP Cryptocurrency

Ripple foi lançada em 2012 pela Ripple Labs Inc. com apenas uma coisa em mente -   fornecer uma experiência sem desconfortos de envio de dinheiro globalmente usando o poder da blockchain .

Então, podemos dizer que a Ripple é diferente da Bitcoin e da Ethereum por causa dessa visão. Enquanto a Bitcoin é apenas uma moeda digital, o Ethereum é uma plataforma para o desenvolvimento de contratos inteligentes. O Ripple, no entanto, é uma nova infraestrutura de pagamento voltada para transações financeiras internacionais.

Criação e circulação de XRP é outro ponto de diferenciação para a Ripple. Novas moedas são criadas por meio de mineração na maioria das criptomoedas. Bem, isso não é o caso da moeda Ripple. Todos as 100 bilhões de XRP já foram criadas, exatamente quando a Ripple começou.

O que é ainda mais surpreendente é que a Ripple Labs detém cerca de 55 bilhões XRPs. Isso é algo inédito no universo da criptomoeda, onde o foco é normalmente a descentralização.

Então, agora que você sabe o que é a Ripple, vamos ver o que ela está tentando alcançar no mercado.

O que a moeda Ripple quer para o futuro?

A tecnologia progrediu tanto que coisas como carros autônomos se tornaram realidade. Mas o setor de transferências internacionais de pagamentos  ainda não conseguiu progredir muito.

As transferências internacionais de pagamentos sofrem de dois grandes problemas:

1. Eles são caros

Se você já experimentou fazer um pagamento internacional, sabe que eles são acompanhados de taxas caras. Bancos são tipicamente os piores para isso, mas até serviços como o PayPal chegam a cobrar taxas elevadas - custando cerca de 2,9% para fazer um pagamento internacional com o PayPal.

Ripple Coin

Além dessas cobranças, os clientes perdem dinheiro quando ocorre a conversão de moeda também.

2. Eles são lentos

Na era da internet, onde tudo é instantâneo, as transações internacionais podem levar entre dias e semanas. Não há nenhuma razão específica para isso acontecer além do fato de que as instituições financeiras não desejam atualizar sua tecnologia - uma péssima desculpa!

Nesse processo, as instituições financeiras estão ganhando muito dinheiro e os clientes estão sofrendo. Ripple pretende mudar isso e   fazer transferências internacionais  sejam instantâneas e baratas.

Ripple é para os bancos o que a internet é para o mundo, e eles chamam esse conceito de “ Internet of Value ” .

Desde que a Ripple começou em 2012, tem trabalhado para resolver este problema e tem conseguido gerar muito interesse dos investidores. Vamos dar uma olhada no desempenho histórico da moeda Ripple (XRP).

Latest Coinbase Coupon Found:

Performance Histórica da Moeda Ripple

Apesar da moeda Ripple ser uma das mais antigas criptomoedas, ela nem sempre foi muito popular. Como você pode ver na imagem abaixo, foi somente em abril 2017 que o preço da Ripple começou a aumentar.

Moeda Ripple estava negociando em torno de   0,0066 € em janeiro 2017   e atingiu o seu maior preço de sempre   US $ 3,65 em janeiro de 2018 . Você consegue adivinhar a porcentagem de retorno?

É isso mesmo! É um retorno de   55,203% .

Ripple Coin Market Cap

Como todas as outras criptomoedas, a moeda da Ripple também sofreu uma enorme quebra de preço no primeiro trimestre de 2018. Houve um ligeiro aumento no seu preço durante o último mês, mas nada tão significativo.

A Ripple continua a desfrutar do terceiro lugar entre as 10 maiores criptomoedas por capitalização de mercado. Isso é por causa do trabalho que está a ser feito em termos do desenvolvimento da sua tecnologia e por causa das parcerias que estão a ser feitas.

Vamos falar sobre como a Ripple está sendo usada no mundo real.

As aplicações da Ripple no mundo real

Ao contrário do Bitcoin, que visa remover os bancos como intermediários, os bancos são os maiores usuários da Ripple, ela está sendo usada pelos bancos para tornar os pagamentos internacionais mais rápidos, mais baratos e mais transparentes.

Ripple para Bancos e Instituições Financeiras

Atualmente, os bancos usam   Sociedade para Telecomunicações Financeiras Interbancárias Mundiais (SWIFT)   para facilitar os pagamentos internancionais de forma segura. O SWIFT é basicamente uma rede de mensagens que transmite com segurança ordens de pagamento de um banco para outro.

10.000 instituições membros da SWIFT enviam aproximadamente 24 milhões de mensagens na rede todos os dias . Um ponto a ser observado é que o próprio SWIFT não possui nenhum dinheiro ou contas para os bancos. É apenas um canal de comunicação, mas muito importante, pois uma grande quantidade do comércio internacional depende dele.

O problema com o SWIFT é que ele não mudou muito desde sua criação em 1974. Então, a Ripple está tentando trazer a mudança que o SWIFT não tem conseguido fazer. Você pode pensar na Ripple como um concorrente direto da SWIFT.

A rede Ripple XRP está sendo usada e testada por instituições financeiras e bancos para enviar e liquidar pagamentos internacionais de maneira mais eficiente. Já é apoiada por mais de 100 instituições financeiras de todo o mundo, incluindo nomes como American Express, Santander, Standard Chartered e outros.

Ripple Coin

Outras parcerias da Ripple

Os bancos não são os únicos beneficiários da Ripple. Coinone, uma das maiores exchanges de criptomoedas da Coreia do Sul, entrou em parceria com a Ripple. Ele vai usar um produto da Ripple chamado xCurrent para o lançamento (um novo serviço de remessas global) ‘Cross’.

Espera-se também que a Ripple entre em parceria com mais 5 organizações no futuro próximo -  RationalFX, MoneyMatchFairFXUniPAY e Exchange4Free . Eles vão usar o produto xVia da  Ripple para facilitar as remessas e transferências bancárias.

Como você pode ver, a moeda Ripple está fazendo muito progresso com parcerias estratégicas e está sendo aceita por uma grande variedade de organizações.

Assim, o protocolo Ripple parece ser uma boa notícia em relação aos pagamentos internacionais. Mas há algo que faz com que muitas pessoas se sintam desconfortáveis, e essa é a maneira pela qual Ripple poderia ser explorada por pessoas mal-intencionadas.

Ripple pode ser explorada?

A ideia inicial das criptomoedas era eliminar agências centralizadas como bancos e criar um sistema verdadeiramente descentralizado. Bem, a Ripple Labs Inc, a empresa por trás da moeda Ripple (XRP), detém mais da metade do total de 100 bilhões de XRP que existem.

Isso leva a alguns dos problemas antigos que a centralização carrega. Uma entidade, Ripple Labs, neste caso, torna-se muito poderosa. Muitas preocupações foram levantadas sobre esta questão, mas o CEO da Ripple tem uma visão diferente.

Ripple Coin Ripple CEO Brad Garlinghouse

A Ripple não é centralizada. Para ser claro, se a Ripple desaparecesse hoje, a XRP continuaria a funcionar. Para mim essa é a melhor forma de estabelecer se algo é descentralizada.

CEO da Ripple, Brad Garlinghouse

A equipe da Ripple tem sido sensível a essas preocupações e por isso projetaram uma estratégia de descentralização. Em dezembro de 2017, a Ripple colocou   5 5 bilhões de Ripple XRP em uma conta de garantia criptografada   para criar certeza de suprimento de XRP a qualquer momento.

Um contrato também foi estabelecido e agora são liberados 1 bilhão de XRP no mercado a cada mês. Dessa forma, a Ripple Labs já não tem o poder de inundar o mercado com XRPs, se quiser.

Então, eu diria que o risco da moeda Ripple ser centralizada reduziu consideravelmente. Mas eu também penso que um pouco de centralização pode ser bom, pois ajuda na tomada de decisões mais rápidas.

Agora que você sabe o que a Ripple é e como ele está sendo usada no mundo real, vamos encontrar respostas para outras questões como quão seguro ela é, se você pode comprar Ripple na Coinbase e assim por diante.

A Ripple é segura?

Para responder a essa pergunta, primeiro precisamos entender como ela funciona.

Até agora, você deve entender que o Ripple não é uma criptomoeda regular como Bitcoin ou Litecoin.

Não é obrigatório usar a XRP para transações - ela apenas atua como a moeda de último recurso. Isso significa que quando as partes envolvidas não confiam umas nas outras, os tokens XRP são usadas para transações.

O XRP oferece várias vantagens como:

Taxas de transação baixas
Velocidade de transação rápida de cerca de 4-5 segundos

Com esta informação em mente, vamos ver como uma transação Ripple funciona. Suponha que Kate nos EUA queira transferir fundos para Carl na Alemanha. Supondo que ambos os bancos estejam na rede da Ripple, a transação passaria pelas etapas a seguir.

Passo 1: Kate inicia a transferência de US $ 500

Passo 2: O mensageiro da Ripple irá verificar as informações básicas da conta de Kate e Carl através do banco beneficiário e o banco de origem.

Etapa 3: Em seguida, os nós na rede Ripple verificam se há fundos suficientes disponíveis para enviar o pagamento. Como você pode ver no print abaixo, após a verificação bem-sucedida, a Ripple liquida o pagamento.

Ripple Coin

Um ponto a ser observado aqui é que, a maioria das outras criptomoedas, essa etapa é executada por uma rede descentralizada de nós. Esses nós são chamados de mineradores porque, além de verificar a transação, eles também mineram as novas moedas dessa criptomoeda.

No entanto, todas as moedas já foram criadas no caso da Ripple, eliminando a necessidade de mineração. Então, os nós que verificam as transações do Ripple são conhecidos como   validadores .

Além disso, esses validadores são aprovados e nomeados pela Ripple Labs. Diferente das outras criptomoedas, onde qualquer um pode se tornar um nó.

Esta é outra razão pela qual a Ripple foi rotulada como " centralizada " .

Passo 4: Após a verificação bem-sucedida, a confirmação do pagamento é enviada para Kate e Carl.

Todo esse processo, que pode levar dias através de um canal comum, é concluído em apenas alguns segundos

Então, esse processo é seguro?

A maioria das criptomoedas é baseada na tecnologia blockchain, que é considerada muito segura quando bem construída. Embora a Ripple tenha sido construída em algo semelhante, ela não foi construída com a tecnologia blockchain.

A Ripple criou a sua própria forma de DLT (Distributed Ledger Technology). Trata-se de um protocolo de código aberto, que hospeda um ledger público e compartilhado, usando um mecanismo de consenso para garantir a segurança. É fácil ver as semelhanças com a blockchain.

A segurança é fornecida pelos validadores que constantemente comparam seus registros de transações antes de chegar a um consenso. Desta forma, eles podem ter certeza de que o mesmo dinheiro não está sendo gasto em dois ou mais lugares (também conhecido como   gastos duplos ).

Mas o que acontece quando um validador decide ir contra o consenso? Em tal situação, o validador que discordar precisa assiná-lo digitalmente e informar os outros validadores.

Outros validadores podem então ouvir este validador e substituí-lo no caso de ele ser malicioso. Dessa forma, eles ainda podem continuar a manter a segurança do sistema e evitar atrasos causados por um validador discordante.

Enquanto a moeda Ripple parece ser segura, sua tecnologia ainda está em um estágio inicial e precisaria de atualização contínua para cumprir seu objetivo, especialmente do ponto de vista da segurança.

Agora que você possui uma idéia sobre o que é a Ripple, como ela funciona, e quem são seus usuários … Vamos resumir este guia com uma lista de prós e contras da moeda Ripple.

Prós e Contras da moeda Ripple

Abaixo está uma lista resumida dos prós e contras da Ripple.

PRÓS

✓ Taxas de transação

O custo de uma transação padrão no protocolo Ripple é de cerca de 0,00001 XRP. O custo de 1 XRP está atualmente em torno de US $ 0,69. Isso significa que a taxa de transação é tão barata que é praticamente livre!

Como eu disse antes, não existem mineradores da moeda Ripple. Então, quem recebe a taxa? Ninguém!

Nesse mecanismo exclusivo (DLT), a XRP usada para pagar taxas é destruída.

Isso significa que o número de XRPs está diminuindo dia após dia. Isso também implica que o valor da XRP continuará a aumentar por causa da escassez.

Velocidade de transação

Transações da Ripple não são apenas mais rápidas em comparação com os métodos tradicionais de pagamento, mas também em comparação com outras criptomoedas. A imagem abaixo diz tudo sobre o desempenho do Ripple em termos de velocidade de transação.

Ripple Coin

✓ Parcerias

No momento em que a maioria das criptomoedas está lutando para encontrar aceitação na economia mainstream, Ripple parece ter encontrado sucesso lá.

Como descrito anteriormente, o Ripple já está sendo testado por muitas grandes instituições financeiras e aplicativos de pagamento. Esta é uma das principais razões pelas quais o Ripple é o favorito entre os investidores.

✓ Equipe

Ripple está sendo liderada por uma equipe muito capaz  com uma boa mistura de experiência e especialização. Em uma indústria jovem como a da criptomoeda, onde as coisas ainda não estão claramente definidas, uma boa equipe pode realmente fazer toda a diferença.

Ripple, também é o cérebro por trás da  Stellar .

CONTRAS

Centralização

A centralização é um aspecto que tem sido repetidamente criticado no caso da moeda Ripple. A Ripple Labs controla uma participação majoritária da XRP. Além disso, a Ripple Labs também é a entidade que aprova os validadores da rede.

Além disso, os fundadores se deram cerca de 20 bilhões de XRPs no momento de seu lançamento.

Os críticos dizem que isto não está no espírito da filosofia básica das criptomoedas, que tem a descentralização como seu núcleo.

✗ Focado em grandes corporações

Vimos que muitas grandes corporações já estão usando a Ripple para reduzir seus custos e fornecer um serviço melhor. Dito isto, a Ripple atualmente não tem muito a oferecer a um consumidor final como você e eu.

A maioria das ofertas da Ripple foram projetadas tendo os bancos e provedores de pagamento em mente. Você pessoalmente sai a ganhar com as mudanças no envio ou recebimento de pagamentos mais rápidos.

✗ Concorrência

A transferência internacional de pagamentos é uma indústria atraente para as criptomoedas. Então, a Ripple está enfrentando a concorrência de moedas como a Stellar (XLM), que tem como alvo o mesmo espaço.

Na verdade, a Stellar também conseguiu encontrar um lugar no top 10 das criptomoedas com uma capitalização de mercado de US $ 5,87 bilhões .

Outra desvantagem competitiva para a Ripple é que você ainda não pode comprar a Ripple na Coinbase, apesar de ser a  terceira maior criptomoeda! Ser capaz de comprar a Ripple na Coinbase certamente geraria muito hype e tornaria mais fácil para os iniciantes se envolverem.

Terminando a lista de prós e contras da moeda Ripple, chegamos ao final do nosso guia sobre a Ripple.

Considerações finais

Agora você sabe que a Ripple é uma criptocorrência focada em resolver os problemas relacionados a transferências de dinheiro internacionais. Você tem uma ideia aprofundada sobre como ela funciona e como ela já está sendo usada por muitos grandes bancos e instituições financeiras.

Você também conhece um dos maiores problemas da Ripple - descentralização.  Felizmente, a Ripple Labs começou a tomar medidas para " descentralizar " a Ripple.

Depois de olhar para os prós e contras da moeda Ripple, o que você achou sobre a mesma? Acha que a ripple está fazendo um bom trabalho? Nós gostaríamos de ouvir o que pensa sobre o assunto.

Leave your honest review

Leave your genuine opinion & help thousands of people to choose the best crypto exchange. All reviews, either positive or negative, are accepted as long as they’re honest. We do not publish biased reviews or spam. So if you want to share your experience, opinion or give advice - the scene is yours!

FAQ

How to pick the best crypto exchange for yourself?

Picking out the best crypto exchange for yourself, you should always focus on maintaining a balance between the essential features that all top crypto exchanges should have, and those that are important to you, personally. For example, all of the best exchanges should possess top-tier security features, but if you’re looking to trade only the main cryptocurrencies, you probably don’t really care too much about the variety of coins available on the exchange. It’s all a case-by-case scenario!

Which cryptocurrency exchange is best for beginners?

Reading through various best crypto exchange reviews online, you’re bound to notice that one of the things that most of these exchanges have in common is that they are very simple to use. While some are more straightforward and beginner-friendly than others, you shouldn’t encounter any difficulties with either of the top-rated exchanges. That said, many users believe that Coinbase is one of the simpler exchanges on the current market.

What is the difference between a crypto exchange and a brokerage?

In layman’s terms, a cryptocurrency exchange is a place where you meet and exchange cryptocurrencies with another person. The exchange platform (i.e. Binance) acts as a middleman - it connects you (your offer or request) with that other person (the seller or the buyer). With a brokerage, however, there is no “other person” - you come and exchange your crypto coins or fiat money with the platform in question, without the interference of any third party. When considering cryptocurrency exchange rankings, though, both of these types of businesses (exchanges and brokerages) are usually just thrown under the umbrella term - exchange. This is done for the sake of simplicity.

Are all the top cryptocurrency exchanges based in the United States?

No, definitely not! While some of the top cryptocurrency exchanges are, indeed, based in the United States (i.e. Coinbase or Kraken), there are other very well-known industry leaders that are located all over the world. For example, Binance is based in Tokyo, Japan, while Bittrex is located in Liechtenstein. While there are many reasons for why an exchange would prefer to be based in one location over another, most of them boil down to business intricacies, and usually have no effect on the user of the platform.