Nossa Pontuação 9.4

Você é um entusiasta em criptomoedas e chegou aqui querendo saber o lugar mais seguro para armazenar suas moedas? Ou você está pensando em comprar uma carteira de hardware e gostaria de saber se a carteira Trezor é a escolha certa?

De qualquer forma, este guia vai tratar de tudo o que você precisa saber sobre a carteira Trezor!

Nessa análise da carteira Trezor, vou explicar o que é a carteira Trezor e o que ela faz. Depois disso, explorarei os prós e contras. Isso também incluirá uma análise completa dos recursos de segurança e das moedas suportadas pela Trezor.

Então, se você decidir ir em frente e comprá-lo, também fornecerei um passo a passo sobre como configurá-lo e como enviar/receber moedas, junto com algumas imagens úteis para guiá-lo.

De qualquer forma, vamos começar descobrindo o que a carteira Trezor realmente é!

Prós

  • Segurança de alto nível
  • Carteira de criptomoedas muito bem conhecida
  • Suporta um número enorme de criptomoedas
  • Atualizações constantes de firmware

Contras

  • Caro
  • Sofreu um acesso não autorizado no passado

O Que É a Carteira Trezor?

A carteira Trezor é a primeira carteira de hardware de criptomoedas a ser lançada. É uma carteira de hardware que permite armazenar, enviar e receber com segurança uma ampla variedade de criptomoedas. A carteira foi lançada em 2014 por uma empresa chamada SatoshiLabs, localizada na República Tcheca.

Análise da carteira Trezor: Satoshi Labs

Por ser uma carteira de hardware, a carteira Trezor é muito mais segura do que as tradicionais carteiras de software, já que a chave privada é mantida no dispositivo físico e não em um computador ou dispositivo móvel. A carteira Trezor nunca fica conectada a um servidor da Internet, o que significa que é praticamente impossível para um hacker acessar as suas criptomoeadas - um ponto positivo nessa análise da carteira Trezor!

Falarei mais tarde sobre os recursos de segurança da carteira em detalhes, mas para dar uma ideia de como ela é popular, a SatoshiLabs vendeu mais de um milhão de dispositivos! A última carteira da empresa é a Trezor T (Trezor 2).

Análise da carteira Trezor: Model One e Model T

A carteira Trezor tem um custo, logo você terá que comprá-lo. Isto significa que se você tiver apenas uma pequena quantidade de moedas, pode não valer a pena o investimento. Por outro lado, se você carrega uma quantidade significativa, certamente vale a pena!

Moedas Suportadas pela Carteira Trezor

A carteira Trezor é uma carteira multimoedas, o que significa que pode armazenar muitas criptomoedas diferentes. Isso é ótimo se você tiver um portfólio que contenha uma variedade de criptomoedas, caso contrário você precisaria armazenar cada uma delas em uma carteira individual.

Em agosto de 2018, a Trezor passou a suportar mais de 1400 moedas.

A carteira Trezor Ethereum pode armazenar todos os tokens baseados no Ethereum (ERC-20). Isso é ótimo, pois existem centenas (se não milhares) de tokens ERC-20 diferentes disponíveis no mercado.

Não se esqueça, a equipe da Trezor está sempre expandindo a quantidade de moedas que elas suportam, então vale a pena conferir o site oficial  regularmente para ver seus novos lançamentos. Se você enviar uma criptomoeda para o seu dispositivo Trezor que não é uma das moedas com suportadas pelo mesmo, então você pode perder seus fundos para sempre.

Compare Crypto Wallets Side by Side With Others

Você sabia?

Compare Crypto Wallets Side by Side With Others

All Crypto Wallets may look similar to you but they're NOT all the same!

Sim! Mostre-me o Gráfico de Comparação

Vantagens da Carteira Trezor

Como você deve ter percebido pelas análises de outros usuários, a maior vantagem de comprar uma carteira Trezor é que ela é a maneira mais segura de armazenar sua criptomoeda. Para entender melhor por que ela é tão segura, vou agora explicar como funciona.

A primeira coisa a considerar é que sua chave privada é sempre mantida offline, o que significa que ela nunca tem uma conexão direta com a Internet. Isso é completamente diferente de armazenar suas criptomoedas em uma carteira para computador, dispositivos móveis ou web, pois os hackers estão sempre encontrando novas maneiras de infectá-lo com um vírus ou malware.

Análise da carteira Trezor: dois dispositivos Trezor

Quando se trata de acessar sua carteira Trezor, seja para enviar/receber moedas ou até mesmo verificar seu saldo, você precisará inserir seu número PIN pessoal. Só você sabe o que é esse número PIN, já que deve escolhê-lo ao configurar o dispositivo pela primeira vez.

Você também recebe uma senha de backup que DEVE ser anotada. Se a sua carteira Trezor for roubada, você poderá recuperar seus fundos inserindo sua frase de backup em outro dispositivo.

Embora você possa ter ouvido falar de carteiras de software sendo hackeadas o tempo todo, o recurso acima torna a carteira Trezor quase impossível de ser hackeada!

Então, agora que você conhece os aspectos positivos da carteira Trezor, vamos dar uma olhada em algumas de seus contras.

Contras da Carteira Trezor

Em primeiro lugar, é importante lembrar que você precisará gastar cerca de U$99 se quiser comprar uma carteira Trezor. Portanto, se você tiver menos de U$1000 em criptomoedas, provavelmente é melhor mantê-las em uma carteira de software gratuita!

Você também precisa considerar com que frequência planeja usar a sua carteira Trezor para fazer transações. Toda vez que você quiser enviar fundos, será necessário conectar a carteira ao seu dispositivo e, em seguida, digitar o PIN pessoal. Essa não é exatamente a maneira mais conveniente de acessar suas criptomoedas. Com razão, é um dos principais pontos negativos mencionados pelos usuários em suas análises da carteira Trezor.

Análise da carteira Trezor: gerenciador de senha

Quando se trata de facilidade de uso, uma carteira de hardware como a Trezor pode ser um pouco complicada para iniciantes, especialmente se eles não tiverem usado um dispositivo semelhante antes. É por isso que é realmente importante ler o manual de instruções antes de usar o dispositivo ou você pode cometer algum erro.

No geral, você precisa considerar o que é mais importante. É a segurança ou outros recursos como custo, conveniência e facilidade de uso? No entanto, se você estiver segurando uma quantidade realmente grande de moedas, é altamente recomendável armazená-las em uma carteira de hardware como a Trezor.

Então, agora que você tem uma visão geral dos prós e contras da carteira, vamos ver se ela é realmente segura. A carteira Trezor é impossível de ser hackeada? Vamos descobrir!

Visão Geral da Segurança

A primeira pergunta que as pessoas normalmente fazem é: “E se meu computador estiver infectado e eu conectar minha carteira Trezor?”. Bem, esse é um ponto muito bom, então entrar nesses detalhes.

Conexão USB Limitada

Pense no mouse que você usa para controlar o cursor na tela. Se houvesse um vírus no computador, isso poderia afetar o mouse? Claro que não! Mesmo que o mouse tenha a capacidade de interagir com a Internet (porque ele permite que você clique em diferentes sites), ele não pode ser controlado por um vírus ou malware.

É exatamente o mesmo com a carteira Trezor. A carteira tem algo chamado “conexão USB limitada”, o que significa que, mesmo que o dispositivo do computador esteja infectado, suas criptomoedas e chave privada estão completamente seguras.

Análise da carteira Trezor: o design da carteira Trezor

Algumas análises da carteira Trezor mencionam keyloggers. Um keylogger é quando um dispositivo está infectado com um vírus e permite ao hacker obter uma cópia de cada tecla digitada no seu teclado. Eles podem analisar tudo o que você digita, na esperança de revelar algumas informações particulares, como uma senha ou chave privada.

No entanto, a forma como a equipe projetou o número PIN foi para que toda vez que um número for inserido, a ordem dos números é alterada. Dê uma olhada na imagem abaixo para entender o que quero dizer:

Análise da carteira Trezor: o dispositivo Trezor

Como algumas análises da carteira Trezor mencionaram, essa é, sem dúvidas, uma boa maneira de evitar que seu PIN seja sequestrado por um keylogger!

Atualizações de Firmware

Para garantir que a carteira Trezor permaneça protegida contra novas ameaças, a equipe libera atualizações regulares de firmware. Isto é semelhante a uma atualização do Windows e são projetadas para proteger o seu dispositivo!

As atualizações da carteira Trezor não são automáticas, portanto, você precisará fazer isso por conta própria quando forem liberadas. A SatoshiLabs divulgou instruções completas sobre como fazer isso, e você pode vê-las clicando aqui.

A Carteira Trezor Foi Hackeada?

No entanto, por melhores que sejam todos os recursos de segurança acima, houve uma vulnerabilidade relatada no hardware da Trezor em 2017. De acordo com vários especialistas em criptografia, havia uma maneira dos hackers acessarem a senha secreta de 24 palavras de uma pessoa, bem como seu número PIN.

Embora a vulnerabilidade tenha sido corrigida pela equipe da Trezor, deve ser um lembrete de que, na verdade, nenhum dispositivo está 100% seguro contra hackers. Para detalhes completos sobre essa vulnerabilidade, clique aqui para ler a história.

Então, agora que você tem uma boa compreensão dos recursos de segurança, o que você acha da carteira de hardware Trezor até agora? Se você estiver querendo comprar uma (ou se já tem), legal - agora mostrarei como configurar e usar a carteira nessa análise da carteira Trezor!

Como Configurar a Carteira Trezor

Quando você abre a caixa pela primeira vez, aqui está uma lista de todos os itens que você deve receber:

Análise da carteira Trezor: dentro do pacote

1. Primeiramente, você precisa conectar a carteira Trezor à porta USB do seu computador. Depois disso, a tela da carteira Trezor mostrará a imagem de um cadeado e um site para visitar. Para facilitar as coisas para você, clique nesse link.

Análise da carteira Trezor: iniciando a Trezor

2. A página dará mais instruções sobre como manter sua carteira Trezor segura, antes de redirecionar você para o link wallet.TREZOR.io. Se por algum motivo não redirecionar você, clique no link acima.

3. Agora, você precisará instalar a carteira Trezor, que permitirá que sua carteira de hardware se comunique com o blockchain. Você pode instalar a extensão do Google Chrome ou fazer o download diretamente no seu dispositivo. Nesse guia, vou usar a extensão do Chrome.

Análise da carteira Trezor: o site da Trezor

4. Você será perguntado se deseja instalar o firmware mais recente. Certifique-se de clicar em "Sim, instalar".

Análise da carteira Trezor: instalando o firmware da Trezor

5. Você será solicitado a verificar se as “Impressões Digitais” na tela do hardware da sua carteira Trezor correspondem às exibidas na tela do dispositivo do seu computador. Se tudo estiver bem, clique em "Continuar" (no seu dispositivo Trezor).

Análise da carteira Trezor: interface da Trezor

6. Você terá que desconectar sua carteira Trezor do seu computador e conectá-la novamente. Então volte para o site wallet.TREZOR.io.

7. Você será solicitado a dar um nome para a sua carteira Trezor. Isso pode ser qualquer coisa que você goste e sempre pode ser alterado em uma data posterior.

Análise da carteira Trezor: configuração da interface da Trezor

8. Agora é hora de configurar seu PIN, que é uma das partes mais importantes do processo de configuração. Na tela do seu computador, você verá a seguinte imagem.

Análise da carteira Trezor: inserindo o código PIN
 9. Na sua tela de carteira Trezor, a seguinte imagem aparecerá.

Análise da carteira Trezor: novo PIN

10. É aqui que as coisas ficão um pouco confusas. A posição dos números exibidos em sua tela é aleatória, o que garante que ninguém possa descobrir quais teclas você está pressionando.

No entanto, você precisa inserir os números desejados no seu computador. Por exemplo, se você quiser escolher “7,1,6,5”, você precisaria selecionar a mesma posição nos quadrados em branco exibidos na tela do seu computador. Será preciso inserir isso duas vezes, o que garante que não haja erros.

11. Agora que você configurou seu número PIN, sua carteira hardware da Trezor exibirá sua frase de backup de 24 palavras. É muito importante que você as anote e as mantenha seguras, porque se você perder sua carteira ou ela for roubada, essas informações serão necessárias para recuperar seus fundos. Você deve ter recebido um pedaço de papel com 24 linhas na caixa da carteira Trezor para poder anotar essas palavras!

Análise da carteira Trezor: anotando os códigos

É isso aí! Você configurou sua carteira Trezor! Agora vou mostrar a você como receber fundos.

Como Transferir Criptomoedas para a sua Carteira Trezor?

1. Primeiro, conecte sua carteira Trezor ao seu dispositivo de computador e insira o número PIN que você criou antes.

2. É preciso visitar sua carteira Trezor. Isso será feito por meio da extensão do Google Chrome ou do programa de software que você baixou anteriormente.

3. No canto superior esquerdo da página, você verá uma caixa suspensa. Selecione a criptomoeda que deseja enviar para sua carteira Trezor. Eu usarei o Bitcoin como exemplo, mas também há uma carteira Trezor Ethereum e mais outras dentro do mesmo painel.

4. Em seguida, clique em "Receber" na parte superior da tela. Você verá seu endereço de carteira exclusivo para a criptomoeda que deseja transferir.

Análise da carteira Trezor: código QR

5. Copie o endereço e vá para a carteira onde sua criptomoeda está armazenada no momento. Basta colar o seu endereço e depois transferir os fundos!

Dependendo da moeda que você está transferindo, levará alguns minutos para chegar à sua carteira Trezor. Mas é isso! Agora vamos ver como enviar fundos da sua carteira Trezor para outra pessoa.

Como Enviar Fundos da sua Carteira Trezor

  1. Abra o seu painel da sua carteira Trezor no seu computador.
  2. Na lista suspensa à esquerda, selecione a moeda que você gostaria de enviar.
  3. Em seguida, clique em "Enviar" na parte superior da página.
  4. Agora você será solicitado a inserir o endereço da carteira da pessoa para quem deseja enviar as moedas, bem como o valor. Quando estiver satisfeito com as informações inseridas, clique em "Enviar"!

Conclusão

Se você leu essa análise da carteira Trezor do início ao fim, agora você deve ter uma boa compreensão sobre o que ela é, o que faz e como é diferente de uma carteira de software tradicional.

Você também deve ter uma boa ideia dos recursos de segurança que a tornam muito mais segura do que uma carteira de computador ou dispositivo móvel. Mesmo que sua carteira Trezor seja roubada, você ainda pode recuperar seus fundos contanto que tenha anotado e armazenado sua senha de recuperação de 24 palavras em segurança!

Se você decidir comprar uma carteira de hardware, eu definitivamente recomendo a leitura da minha análise da carteira Ledger e a comparação entre a Ledger e a Trezor.

Então, já decidiu se vai comprar a carteira Trezor? Caso sim, você vai comprar a Trezor ou o modelo Trezor T (ou Trezor 2), que é a versão mais recente?

Compartilhe conosco nos comentários!

Os conteúdos publicados neste site não têm como objetivo dar qualquer tipo de aconselhamento financeiro, de investimento, de negociação ou qualquer outra forma. A BitDegree.org não endossa ou sugere que você compre, venda ou mantenha qualquer tipo de criptomoeda. Antes de tomar decisões de investimento financeiro, consulte seu consultor financeiro.

Deixe a sua análise honesta sobre Trezor

Deixe sua opinião genuína e ajude milhares de pessoas a escolher a melhor carteira de criptografia. Todos os comentários, positivos ou negativos, são aceitos, desde que sejam honestos. Não publicamos comentários tendenciosos ou spam. Então, se você quiser compartilhar sua experiência, opinião ou dar conselhos - o espaço é seu!

Perguntas Frequentes

A carteira Trezor é boa?

Para simplificar, a carteira Trezor é uma das melhores carteiras de criptomoedas de todos os tempos - sem dúvidas. A vasta maioria das análises dos usuários da carteira Trezor dirão a mesma coisa - e isso não é em vão! ATrezor é uma das mais antigas do mercado e construiu a reputação de ser muito segura e bem projetada.

É difícil usar a carteira Trezor?

É certo que muitas análises dos usuários da carteira Trezor dirão que esse dispositivo não é o mais fácil de usar, especialmente diariamente. No entanto, isso é um caro normal com carteiras de hardware - elas requerem um pouco mais de tempo para ser configurada apropriadamente e tem muitas informações que precisam ser compreendidas durante o processo de configuração inicial. Ainda assim, isso não deve ser visto como um grande desafio.

Quanto custa a carteira Trezor?

Os preços dos produtos da Trezor vão de mais ou menos $70 até por volta de $215, dependendo de qual dispositivo você quer comprar. A versão mais antiga da carteira Trezor é mais acessível, enquanto o Model T é a opção mais cara.

Para quem a carteira Trezor é mais indicada?

O consenso geral na internet entre os entusiastas de criptomoedas parece ser que a carteira Trezor é a melhor para quem tem grandes quantidades de criptomoedas e não as troca ativamente. Quanto maior a quantidade, mais segurança você desejará ter - é exatamente aí que a carteira Trezor se destaca!

Você deveria utilizar uma carteira de hardware ou de software?

Sem dúvidas, carteiras de hardware sempre serão as preferidas, já que elas oferecem muito mais segurança do que as de software. A Trezor é um bom exemplo disso, na verdade - ela é considerada uma das carteiras de hardware mais seguras do mercado, majoritariamente pelo fato dela não utilizar uma conexão constante com a internet.

A Trezor suporta altcoins?

Sim - algumas delas! Até Julho de 2022, a Trezor vai suportar quase 1400 criptomoedas e tokens diferentes. Provavelmente eu não preciso dizer isso, mas esse é um número enorme! Para ser honesto, você deve conseguir armazenar todas as criptomoedas mais bem conhecidas na Trezor, além dos tokens ERC-20!

Dias
Horas
Minutos
Segundos