Prós

  • Armazenamento e compartilhamento descentralizado de dados
  • Operações off-chain
  • Adequado tanto para indivíduos como para desenvolvedores
  • Armazene arquivos pessoais, Web 3.0, NFT e relacionados com o metaverso
  • Token CRU - utilidade e governança
  • Carteira Crust Dedicada

Contras

  • Curva de aprendizado difícil para iniciantes

O Que é Crust Network?

Para simplificar, o Crust é uma rede descentralizada de armazenamento de dados. Ele se preocupa com a Web 3.0 e os ecossistemas presentes nesta nova forma de internet.

A maneira mais simples de pensar no projeto de criptomoedas Crust Network (embora reconhecendo que está longe de ser um exemplo literal) é imaginá-lo como um Dropbox descentralizado (pelo menos quando pensamos nos Crust Files). Embora isso não seja TOTALMENTE preciso, o exemplo mostra uma imagem mais clara do que é o Crust.

Os textos de análise do Crust Network dirão que é possível armazenar arquivos na rede e compartilhá-los com outras pessoas, mas, ao contrário das plataformas tradicionais de compartilhamento de arquivos, tudo pode ficar anônimo e descentralizado.

O objetivo do projeto é criar um ecossistema de nuvem descentralizado - um que mantenha os valores tradicionais da criptomoedas, por meio de um meio de armazenamento de dados. Esses valores incluem preservação da integridade dos dados, armazenamento de arquivos anônimos, propriedade real do arquivo e muito mais.

Análise do Crust Network: armazenamento Web 3.0 para o Metaverso.

Certas resenhas com análise do Crust Network também podem dizer que o projeto em questão é composto de alguns setores diferentes: o Crust Network para indivíduos, uma área dedicada para desenvolvedores (onde eles podem criar seus próprios dApps) e um token de utilidade nativo chamado CRU token (ou Crust Network token). Falaremos sobre todos esses conceitos na análise do Crust Network adiante.

Verdade seja dita, mesmo que seja um novato completo no mundo dos dApps e metaversos, em geral, há muito valor no Crust Network e nos serviços que ela fornece! Não é necessário ser especialista em criptomoedas para valorizar sua privacidade ou apreciar o anonimato.

Dito isso, estou me adiantando - vamos dar um passo de cada vez e explorar os benefícios reais associados ao Crust.

Análise do Crust Network: PRÓS

Começando pelo lado positivo das coisas, provavelmente o benefício mais autoexplicativo e óbvio que se verá mencionado nos textos de análise do Crust Network é o fato de que ele é uma rede descentralizada de armazenamento de dados orientada para a privacidade.

Descentralização: Um Valor Central do Crust Network

Descentralização diz respeito a algo que não tem uma única autoridade governante. É, sem dúvidas, o aspecto mais importante das criptomoedas, próximo apenas ao anonimato.

O conceito da Web 3.0 é baseado por completo nessa noção de uma internet descentralizada. Os usuários poderiam permanecer anônimos em suas interações uns com os outros e poderiam compartilhar informações confidenciais sem o medo de que algum gigante das redes sociais conseguisse bisbilhotar seus afazeres.

Como eu já apontei algumas vezes nesta análise do Crust Network, o projeto em questão visa se tornar a solução para compartilhamento de dados - isso se aplica tanto se for um indivíduo procurando armazenar uma imagem ou um desenvolvedor que deseja criar um dApp. A descentralização, nesse sentido, é apenas parte da equação. A outra parte consiste em IPFS - em mais detalhes, o Crust fornece uma camada de incentivo para nós IPFS.

Análise do Crust Network: recursos do Crust.

Com o armazenamento descentralizado, não é preciso se preocupar com seus dados serem desviados e vendidos para alguns anunciantes terceirizados ou com um vazamento de informações que possa colocar em risco sua identidade e revelar algumas informações privadas sobre você. Muitas pessoas perguntam se "o Crust Network é confiável?" ou "o Crust Network é seguro?" e, na verdade, a descentralização de fato aumenta o aspecto da segurança - mas mais sobre isso mais tarde.

Em um ambiente como este, você teria o token de criptomoedas CRU token, que seria tanto um auxílio à governança da rede quanto uma ferramenta utilitária para realizar transações dentro do referido ecossistema. Consequentemente, isso eliminaria a necessidade de comprometer sua identidade ou suas informações pessoais!

Análise do Crust Network: estatísticas do Crust.

No lado mais técnico das coisas, o Crust usa um modelo de consenso chamado MPoW (ou Prova de Trabalho Significativa). É um tipo único de tecnologia sem autoridade que permite que a rede inspecione e garanta o trabalho que os mineradores de criptomoedas realizam, a fim de manter a rede descentralizada. Isso é feito com a ajuda da função TEE (SGX) - um nó deve atender a todos os requisitos específicos do TEE para que sua prova de trabalho seja aceita na rede.

O aspecto mencionado acima é importante se for um desenvolvedor que deseja criar um dApp e está pensando em armazená-lo no ecossistema do Crust. No entanto, se estiver lendo textos de análise do Crust Network só para “ter uma ideia” da plataforma, basta dizer que o projeto em questão vê a descentralização como um de seus principais recursos.

Uma Forma Segura e Confiável de Armazenar/Compartilhar Arquivos

Como mencionei mais cedo nesta análise do Crust Network, um dos grandes benefícios que a descentralização traz consigo é a segurança - pelo menos em teoria.

Uma instituição (aplicativo, software, serviço, etc.) centralizada tem o potencial de ter muitos pontos fracos, que podem ser explorados por terceiros mal-intencionados. Podemos provar isso apenas pesquisando no Google todos os hacks de alto perfil que aconteceram ao longo dos anos e que envolveram algum tipo de violação de integridade de dados.

Com um sistema descentralizado, existem vários (centenas, ou até mesmo milhares de) nós que estão trabalhando para manter o (eco)sistema funcional. Por conta disso, as plataformas descentralizadas também costumam ter determinados recursos de segurança padrão do setor - coisas como um código-fonte aberto para qualquer um inspecionar e melhorar, criptografia de ponta e assim por diante.

Análise do Crust Network: solicitação de armazenamento do usuário.

Em relação a esta análise do Crust Network, devo dizer: a situação não é nada diferente!

A segurança da rede de criptomoedas Crust Network reside nos seus tokens, bem como nos seus recursos de armazenamento. Assim como com a tecnologia MPoW que o Crust usa para gerenciar seus recursos, há um mecanismo de consenso separado para lidar com problemas de segurança também - é chamado de GPoS ou Prova de Participação Garantida.

Mais uma vez, se fôssemos falar em termos técnicos, a GPoS exige que os nós forneçam provas de armazenamento para receber sua cota do staking. Isso ajuda a garantir que a rede permaneça estável e que não apareçam possíveis problemas quando se trata das confirmações de armazenamento.

Análise do Crust Network: seu armazenamento pessoal da Web 3.0 no Metaverso.

De um ponto de vista geral, a natureza anônima do projeto significa que, mesmo que haja algum tipo de violação de segurança e seus dados sejam comprometidos, não haveria nada que apontasse para você. Isso é marcante e não é algo do qual os provedores de armazenamento de dados centralizados possam se gabar!

O CRU Token: Utilidade, Governança e Mais

Eu já mencionei isso algumas vezes ao longo desta análise do Crust Network, mas a moeda CRU (Crust Network token ou CRU token - algumas pessoas se referem a ele como uma moeda, para simplificar) é o principal ativo do Crust Network. Se você planeja participar do ecossistema e deseja usar os serviços oferecidos pelo Crust, com certeza vai precisar comprar alguns CRUs.

Mas, antes de mais nada, para que ele é usado?

Bem, para ser franco, o Crust Network token tem muitos usos diferentes! Para começar, entre os pontos mais importantes está o fato de que o CRU token é usado para manter o consenso de GPoS sobre o qual falei mais cedo. Aqui, os indivíduos podem se tornar "Fiadores" e podem fazer staking para outros nós, ganhando assim uma taxa de garantia/fiança. Além disso, o token também é utilizado como uma forma de garantia nos serviços de provisão de recursos.

Como funciona? Bem, todos os nós precisam fazer staking em CRU token. Se eles se tornarem mal-intencionados ou optarem por verificar processos falsos, serão punidos perdendo o dinheiro do staking. Isso, por sua vez, garante a segurança adequada e a garantia de fornecimento de recursos acima mencionada.

Análise do Crust Network: o painel do aplicativo.

Em termos leigos, tudo isso significa que o CRU token (Crust Network token) é usado para proteger a rede, assim como manter a ordem quando se trata da provisão de recursos de armazenamento de dados. O token incentiva terceiros a fornecer recursos de armazenamento de dados, enquanto os nós do Crust Network trabalham para manter os processos descentralizados.

Então, existem os usos mais diretos do token: coisas como pagamentos de taxas de transação e compras de recursos. Isso torna o CRU token um ativo financeiro direto que pode ser trocado por serviços no Crust Network - é um grande caso de uso!

Por fim, um dos recursos mais importantes do Crust Network token é a governança. Para ser específico, os detentores de tokens poderão votar em mudanças e atualizações de rede e em diferentes propostas de melhoria. Então, de certa forma, isso torna a comunidade Crust Network uma DAO - Organização Autônoma Descentralizada.

Análise do Crust Network: plataformas Web 3.0.

As DAOs são o modelo de governança para projetos de finanças descentralizadas. Em essência, eles colocam o poder nas mãos da comunidade por trás do projeto - idealmente, isso resulta em mais transparência e uma votação justa e democrática sobre mudanças e propostas.

Análise do rede Crust: governança e democracia.

Considerando tudo isso, no que diz respeito a esta análise do Crust Network, o token é uma parte verdadeiramente essencial do ecossistema Crust! De certa forma, ele “amarra tudo”, fornecendo aos seus detentores vários casos de uso, bem como um meio financeiro para fazer transações dentro do ecossistema.

E o preço do Crust Network token? Qual foi o desempenho do CRU token ao longo do tempo?

Análise do Crust Network: oscilações de preço do token CRU. Fonte: CoinMarketCap.

Bem, para ser justo, o gráfico de preços do Crust Network token mudou em correlação com a tendência geral do mercado nos últimos dois anos. Resumindo, o CRU token começou com um preço de cerca de US$ 4 e, após cerca de 5 meses de movimentos de preço inexpressivos, começou a ganhar força em fevereiro de 2021.

No auge, em abril de 2021, um único CRU token valia mais de US$ 150! Isso é quase 38 vezes o preço original! Mas vale ressaltar que esse aumento no preço do CRU token deve ocorrer principalmente porque, quando a circulação do mercado é pequena, o número de nós dispara e os tokens usados para garantia são escassos - demanda enorme e oferta pequena resultam em um preço bem alto.

Porém, no momento da redação desta análise do Crust Network, o preço do CRU token está em cerca de $ 2 hoje - é uma queda notável! No entanto, também não é tão surpreendente - muitos projetos de criptomoedas tiveram oscilações de preço semelhantes e o preço do token não é algo que deva ser usado para mostrar o valor do projeto, na grande maioria das vezes.

Com o Crust, isso não é exceção. Com mais tokens entrando em circulação na rede principal, é natural que o preço caia.

Verdade seja dita, muitos fãs do Crust Network token estão esperando ele decolar, mais uma vez, e ultrapassar sua alta histórica anterior!

Uma Carteira de CRU Token Dedicada

Tendo discutido muito o Crust Network token, sua próxima pergunta deve ser: onde as pessoas armazenam todos esses tokens?

Bem, o Crust também tem ótimas notícias a esse respeito: o projeto tem uma carteira de token CRU dedicada.

A Carteira Crust é projetada especificamente para armazenar tokens CRU. É um plug-in - em outras palavras, funciona de um jeito parecido com carteiras quentes populares, como MetaMask, e não é preciso baixar ou instalar nada em sua área de trabalho - em vez disso, a carteira será adicionada à lista de plug-ins do navegador e vai ficar acessível de lá.

O próprio Crust lista três casos de uso diferentes para a carteira. São eles:

  • Interagir com os dApps disponíveis no Crust Network
  • Gerenciar contas
  • Transferir tokens

Em essência, a carteira atua como seu perfil pessoal no Crust Network - isso está alinhado com a filosofia por trás das finanças descentralizadas, no geral! É possível interagir com os diferentes dApps disponíveis na rede bem como criar seus próprios aplicativos descentralizados.

Quando se trata de transferências de tokens, isso é um tanto autoexplicativo - aqui, a carteira Crust atua como qualquer outra carteira de criptomoeda ou token e permite fazer transações com outras partes. Contudo, é preciso lembrar que a carteira NÃO oferece suporte a tokens CRU do padrão ERC-20. Em vez disso, apenas os tokens CRU baseados na rede principal nativa do projeto podem ser armazenados nela.

Agora, se quiser instalar a carteira em seu navegador, existem apenas duas maneiras de fazer isso - uma é super simples, enquanto a outra é voltada para desenvolvedores.

Análise do Crust Network: a Carteira Crust.

O método “super simples” de fazer isso é apenas isso: instalar a carteira direto do Chrome Web Store! É possível encontrar o aplicativo aqui - depois de clicar em “Adicionar ao Chrome” e passar por algumas janelas de confirmação, a carteira será instalada e você poderá acessá-la de seu menu de extensões no navegador. Demora apenas alguns segundos para configurar!

Por outro lado, o método voltado a desenvolvedores é um pouco mais complicado. Mas não falarei sobre ele aqui - em vez disso, escreverei um tutorial dedicado sobre como usar e interagir com o Crust Network e falar sobre esse método alternativo de instalação de carteira lá. Assim que eu escrever o tutorial, você poderá encontrá-lo aqui.

Os desenvolvedores também devem lembrar que todas as blockchains do Substrate são compatíveis com o mesmo endereço JSON. É possível baixar seu backup e usá-lo para fazer login em qualquer uma das carteiras Substrate no Polkadot, no Kusama e assim por diante.

Em suma, é incrível que o Crust tenha uma carteira dedicada para o projeto - os textos de análise do Crust Network também concordam com esse sentimento!

dApp Confiável e Descentralizado / Hospedagem de Site para Desenvolvedores

Ao longo de toda esta análise do Crust Network, focamos em como o projeto de criptomoedas Crust Network é útil para o indivíduo comum. No entanto, vale a pena afirmar que o ecossistema tem alguns benefícios enormes para oferecer aos desenvolvedores também!

Em mais detalhes, o Crust oferece aos desenvolvedores a capacidade de hospedar seus aplicativos descentralizados e (ou) sites de uma formalivre de servidores”. A hospedagem aconteceria na rede Crust / IPFS.

Ao fazer isso, os desenvolvedores conseguiriam eliminar um elemento da equação: o gerenciamento do servidor. Com os arquivos do seu site ou dApp sendo armazenados (guardados) por vários nós no Crust Network, isso tornaria seu projeto prontamente disponível, enquanto a natureza “sem servidor” de como o Crust funciona permitiria focar no desenvolvimento do dApp ou site em si, em vez de gerenciar os problemas do servidor.

Análise do Crust Network: interface de armazenamento do Crust.

Sem dúvidas, esse tipo de hospedagem de projeto também se destaca por seus recursos de segurança e anonimato. Uma vez que todas as transações acontecem com a ajuda de sua Carteira Crust, sua identidade permaneceria privada, se assim desejar!

Bem, "Crust Network é confiável" e "Crust Network é seguro" são pesquisas comuns on-line. Em termos de segurança, só posso voltar ao que já cobrimos mais cedo nesta análise do Crust Network: com este tipo específico de armazenamento de dados empregado pelo Crust, seus dados são armazenados (compartilhados) por vários nós, de forma descentralizada. Com a mecânica semelhante à governança DAO, isso garante transparência total e (geralmente) uma segurança otimizada e atualizada.

Também existe o Crust Grants, um programa especial que recompensa indivíduos e (ou) empresas que agregam valor ao ecossistema de armazenamento descentralizado da Web 3.0. Se for aceito no programa Grants, receberá um apoio financeiro de até 30.000 USDT, participação na comunidade, certificação de membro, conexões e muito mais. É com certeza um ponto a ser lembrado!

Armazenamento de Dados Fora da Blockchain

Esta é a parte da análise do Crust Network em que terei que falar em termos um pouco mais técnicos. Não se preocupe, pois mesmo que tudo isso seja novo, ainda vai dar para entender os benefícios desse recurso!

Dependendo do tamanho do seu projeto, dApp, site ou arquivos, no geral, armazenar esses materiais na cadeia (blockchain) principal onde o projeto está baseado (como, por exemplo, o Ethereum) pode ser, bem… Impossível! Ou, se for possível, poderia custar quantias assombrosas de dinheiro.

É por isso que o Crust Network se posiciona como uma “solução de armazenamento de dados off-chain”. Para ser específico, o Crust utiliza a blockchain do Polkadot e sua funcionalidade Layer-0 exclusiva, a fim de ajudar indivíduos e desenvolvedores a hospedarem seus arquivos, independentemente do tamanho deles.

Análise do Crust Network: funcionalidade de cross-chain Polkadot.

Então, imagine que é um desenvolvedor que está trabalhando em um projeto NFT. Projetos como esses utilizam IPFS, mas eles também costumam ser enormes, tanto em relação aos arquivos quanto aos dados do usuário que envolvem.

Como desenvolvedor, é possível utilizar as soluções de hospedagem de dados fora da blockchain (off-chain) oferecidas pelo Crust Network e tornar seus processos de armazenamento e gerenciamento de arquivos muito mais baratos e simples de cuidar.

E mais, o armazenamento de dados off-chain do Polkadot, junto com vários nós sendo incentivados a compartilhar os mesmos arquivos, também resulta em uma entrega de conteúdo mais rápida. Como o próprio Crust diz, isso permite que os desenvolvedores criem serviços de rede de fornecimento de conteúdo (CDN) P2P (Peer-to-Peer) com a ajuda desta tecnologia.

Um Roadmap Consistente Adiante

Não importa que tipo de projeto esteja procurando, o roadmap (roteiro de planejamento) é algo que é crucial estudar em todos os casos. Isso é importantíssimo para quem se pergunta "o Crust Network é confiável?" ou "o Crust Network é seguro?". Projetos com roadmaps sólidos parecem mais confiáveis e sérios, e você pode verificar facilmente o que esperar da equipe por trás deles, em um futuro próximo.

O Crust Network não é uma exceção. O projeto, de fato, tem um roadmap muito consistente pela frente!

Hoje, a equipe por trás do Crust ainda está focada no preparo técnico das parachains Polkadot e Kusama, bem como em reunir quantos aplicativos puderem para rodar na MainNet. Em um futuro próximo, o Crust pretende trabalhar em interfaces de armazenamento descentralizado cross-chain e atualizações para os módulos de parachain Polkadot e Kusama acima mencionados.

Análise do Crust Network: roadmap.

Ainda mais adiante, o Crust Network tem planos para atestados TEE descentralizados, dimensionamento de rede, bem como criação de soluções de gerenciamento de dados para o Metaverso. Isso é muita coisa!

Em um sentido geral, lendo as várias resenhas de análise do Crust Network deixadas on-line, parece que o roadmap inspira confiança no projeto - isso é ótimo!

Compare Exchanges de Criptomoedas Lado a Lado com Outras

Você sabia?

Compare Exchanges de Criptomoedas Lado a Lado com Outras

As Exchanges de Criptomoedas podem parecer similares para você, mas elas NÃO são todas iguais!

Sim! Mostre-me o Gráfico de Comparação

Análise do Crust Network: CONTRAS

Até este ponto da análise do Crust Network, verificamos e cobrimos alguns dos principais benefícios que podem ser esperados ao usar o Crust, tanto do ponto de vista de um simples entusiasta de criptomoedas quanto de um desenvolvedor apaixonado de dApps para Web 3.0.

Agora, vamos mudar as coisas e falar sobre as partes menos ideais deste projeto.

Pode Ser Muito Complicado Para o Usuário Comum

Claro que o maior “contra” do projeto Crust Network não é nem mesmo um contra, por assim dizer. Em vez disso, é a natureza do projeto, no geral.

O Crust visa descentralizar o armazenamento e compartilhamento de arquivos - em teoria, este parece ser um conceito bastante simples, pelo menos se estiver familiarizado com os fundamentos de DeFi e criptomoedas como um todo. No entanto, quando começa a entrar nos detalhes, logo se torna bastante evidente que o assunto não é tão simples assim.

Se for um desenvolvedor especialista em criptomoedas que tem lançado projetos NFT a torto e a direito e tem um pouco de experiência com desenvolvimento avançado de dApps, então o Crust não deve te dar nenhum problema de compreensão, seja qual for. Dito isso, os desenvolvedores não são as únicas pessoas que podem se beneficiar do armazenamento e compartilhamento de dados descentralizados.

Análise do Crust Network: lista de validatores.

Os fundamentos do Crust são bem simples de entender. Mas, se quiser começar a usar a plataforma e utilizar todo o seu potencial, precisará ter conhecimento sobre conceitos como carteiras de criptomoedas, os padrões de token Ethereum, Polkadot, IPFS e muito mais. Pode ser muito para entender!

Lembre-se que, como mencionado antes nesta análise do Crust Network, haverá um tutorial dedicado escrito no projeto também. Se quiser aprender como usar o Crust e todos os seus principais recursos, é possível encontrá-lo aqui.

Em resumo, embora não seja tecnicamente um "contra" por si só, ainda é algo que deve ser lembrado, se estiver planejando usar o Crust Network em todo o seu potencial. Se estiver procurando uma funcionalidade mais simples, também é possível usar o Crust Files, uma alternativa amigável para iniciantes.

Conclusões

Como mencionei na parte introdutória desta análise do Crust Network, o Crust é com certeza um dos projetos mais interessantes orientados para Web 3.0 a surgir do meio DeFi nos últimos anos. Não importa qual seja sua opinião sobre ele, uma coisa é certa: ele atende a um nicho específico e oferece um serviço exclusivo para seus usuários.

Para ser honesto, na verdade não é nem mesmo um serviço de “nicho” que o Crust está oferecendo, em primeiro lugar! Armazenamento de dados e compartilhamento de arquivos são dois conceitos importantes para muitas pessoas em todo o mundo. Uma ferramenta descentralizada que oferece serviços em relação a ambos os conceitos pode, sim, se tornar um ativo muito valioso, não importa o contexto!

Por si só, para os que questionam "o Crust Network é confiável?" ou "o Crust Network é seguro?", acima de tudo, posso afirmar que o Crust é um projeto bem elaborado. Ele utiliza tecnologia de criptomoedas avançada, com ferramentas como a funcionalidade off-chain do Polkadot e o IPFS na linha de frente. Além disso, o catálogo de serviços do Crust Network será útil tanto para indivíduos quanto para desenvolvedores da Web 3.0.

O projeto tem uma carteira dedicada (Crust Wallet), bem como um token nativo chamado CRU token (Crust Network token). O token tem casos de uso reais e significativos, tanto em relação a coisas como utilidade quanto à governança do projeto. Nesse último, o Crust Network visa alcançar a funcionalidade DAO completa.

O único aspecto “negativo” associado ao projeto de criptomoedas Crust Network é que pode ser difícil entender, se não tiver experiência anterior com dApps e DeFi, em geral. Contudo, este não é um problema vital - nem de longe. Especialmente porque há abordagens alternativas para a funcionalidade do Crust, como o Crust Files.

Em suma, se estiver procurando um método descentralizado de armazenamento e compartilhamento de dados ou deseja desenvolver um dApp sem precisar se preocupar com problemas de gerenciamento de servidores, não deixe de conferir o Crust Network e tudo o que ele tem a oferecer!

Os conteúdos publicados neste site não têm como objetivo dar qualquer tipo de aconselhamento financeiro, de investimento, de negociação ou qualquer outra forma. A BitDegree.org não endossa ou sugere que você compre, venda ou mantenha qualquer tipo de criptomoeda. Antes de tomar decisões de investimento financeiro, consulte seu consultor financeiro.

Deixe a sua análise honesta sobre Crust Network

Deixe sua opinião genuína e ajude milhares de pessoas a escolher a melhor exchange de criptografia. Todos os comentários, positivos ou negativos, são aceitos, desde que sejam honestos. Não publicamos comentários tendenciosos ou spam. Então, se você quiser compartilhar sua experiência, opinião ou dar conselhos - o espaço é seu!


3 Melhores e Mais Populares Códigos de Cupons

Verificado

EARN UP TO 23%

By Staking on Kraken - Black Friday Deal
Classificação
5.0
Verificado

CLAIM $600 BONUS

Exclusive $600 Binance Offer
Classificação
5.0
EXCLUSIVE COINGATE DEAL
Verificado

EXCLUSIVE COINGATE DEAL

Get 1% OFF Your $30 Shopping Cart
Classificação
5.0

Perguntas Frequentes

Quais são os usos do Crust Network?

O Crust Network é um projeto de rede descentralizada de compartilhamento e armazenamento de dados. Ele permite que os indivíduos armazenem dados anonimamente e compartilhem com outras partes de maneira segura e descentralizada. Além disso, os desenvolvedores também podem hospedar e construir diferentes dApps e sites com a ajuda da rede Crust / IPFS.

O preço do CRU token vai subir?

O CRU token (Crust Network token) viu uma incrível alta no preço durante os meses de março, abril e maio de 2021. No entanto, desde então, o token perdeu grande parte de seu valor - assim, alguns textos de análise do Crust Network estão questionando se o preço voltará a subir em breve. Tanto a alta quanto a queda no preço do token foram causados por uma combinação de eventos no meio das criptomoedas e no mundo como um todo. Contudo, se o projeto mantiver sua relevância e seguir seu roadmap, o preço deverá refletir isso, um dia!

Como escolher a melhor exchange de criptomoedas?

Ao escolher a melhor exchange de criptografia , você deve sempre se concentrar em manter um equilíbrio entre os recursos essenciais que todas as principais exchanges de criptografia devem ter e aquelas que são importantes para você, pessoalmente. Por exemplo, todas as melhores exchanges devem possuir recursos de segurança de alto nível, mas se você deseja negociar apenas as principais criptomoedas, provavelmente não se preocupa muito com a variedade de moedas disponível na exchange. É tudo uma situação caso a caso!

Qual exchange de criptomoedas é a melhor para iniciantes?

Ao ler várias das melhores análises de exchanges de criptografia online, você notará que uma das coisas que a maioria dessas exchanges têm em comum é que elas são muito simples de usar. Enquanto algumas são mais diretas e mais acessíveis para iniciantes do que outros, você não deverá encontrar nenhuma dificuldade com nenhuma das exchanges mais bem cotadas. Dito isso, muitos usuários acreditam que a KuCoin é uma das exchanges mais simples do mercado atual.

Qual é a diferença entre uma exchange de criptomoedas e uma corretora?

Em termos leigos, uma exchange de criptomoedas é um lugar onde você encontra e negocia criptomoedas com outra pessoa. A plataforma de exchange (ou seja, a Binance) atua como um intermediário - conecta você (sua oferta ou solicitação) à outra pessoa (o vendedor ou o comprador). Com uma corretora, no entanto, não há “outra pessoa” - você apenas negocia suas criptomoedas ou moeda fiduciária com a plataforma em questão, sem a interferência de terceiros. Ao considerar as classificações de exchange de criptomoedas, no entanto, esses dois tipos de negócios (bolsas e corretoras) são normalmente incluídos no termo - exchange. Isso é feito por uma questão de simplicidade.

Todas as melhores exchanges de criptomoedas baseadas nos Estados Unidos?

Não, definitivamente NÃO! Embora algumas das principais exchanges de criptomoedas sejam, de fato, baseadas nos Estados Unidos (ou seja, KuCoin ou Kraken), existem outros líderes da indústria muito conhecidos que estão localizados em todo o mundo. Por exemplo, a Binance está sediada em Tóquio, no Japão, enquanto a Bittrex está localizada em Liechtenstein. Embora haja muitos motivos pelos quais uma exchange preferiria ser baseada em um local em vez de outro, a maioria delas se resumem a complexidades de negócios e geralmente não têm efeito sobre o usuário da plataforma.

Dias
Horas
Minutos
Segundos