Aprender se divertindo: um desafio fácil de superar cover image

O processo de aprendizagem é essencial para a nossa existência. É necessário desenvolver habilidades de pensamento crítico e descobrir novas maneiras de se conectar com outras pessoas e culturas. Tendo isso em mente, é vital entender que a aprendizagem não deve ser considerada como uma tarefa ou trabalho.

Quando a maioria dos adolescentes pensa na escola, eles a enxergam como uma obrigação. Mas por que isso acontece? A maioria das crianças nos jardins de infância se sentem ansiosas para voltarem à sala de aula e aprenderem algo novo. A maioria dos alunos da escola primária está entusiasmada com os primeiros dias de escola. Como isso muda tão drasticamente? A resposta é que o processo não é mais divertido .

O processo de aprendizagem é essencial para a nossa existência. É necessário desenvolver habilidades de pensamento crítico e descobrir novas maneiras de se conectar com outras pessoas e culturas. Tendo isso em mente, é vital entender que a aprendizagem não deve ser considerada como uma tarefa ou trabalho.

Quando a maioria dos adolescentes pensa na escola, eles a enxergam como uma obrigação. Mas por que isso acontece? A maioria das crianças nos jardins de infância se sentem ansiosas para voltarem à sala de aula e aprenderem algo novo. A maioria dos alunos da escola primária está entusiasmada com os primeiros dias de escola. Como isso muda tão drasticamente? A resposta é que o processo não é mais divertido .

Por que aprender se divertindo?

funny sun smiling in the sky

Nesta era digital cheia de distrações, é fundamental poder manter sua atenção o maior tempo possível. Enquanto nossa atenção está diminuindo lentamente, precisamos encontrar maneiras de tornar o aprendizado divertido.

A razão pela qual a aprendizagem não é mais agradável é que o sistema educacional tradicional fica muito preso a certos conceitos. Um dos maiores erros na escola é que os alunos são constantemente informados de que aprender tem que algo sério, e diversão é o oposto disso. Quando uma certa atividade se torna entediante, os alunos tentam se entreter com outras coisas, como olhar para o celular, jogar ou ficar olhando para o teto.

Deve ser ensinado que se divertir, ao fazer algo sério, não é  ruim. Atividades divertidas devem ser adotadas porque é aí que reside todo o potencial. Criatividade e imaginação são fundamentais para os estudantes, porque é a única maneira pela qual os alunos podem ir do ponto A ao ponto B sem ajuda dos educadores.

Como aprender se divertindo?

Manter os alunos envolvidos em uma tarefa pode ser um grande desafio, mesmo para um professor experiente, portanto, é crucial encontrar novas maneiras de manter a atenção dos alunos. Um dos elementos mais importantes para tornar a educação interessante é uma variedade de atividades e informações. Se as lições permanecerem as mesmas todos os dias, eventualmente, elas ficarão entediantes até mesmo para os alunos mais perspicazes. Aqui estão algumas sugestões aprender se divertindo:

  • Dê o controle: Como alguns dos estudos psicológicos sugerem, as pessoas gostam de ter controle sobre o que estão fazendo, e por isso é importante oferecer aos alunos a escolha do que ou como eles estudarão naquele dia. Obviamente, os estudantes escolherão a tarefa que parece mais divertida e não chata, então o engajamento e a motivação para fazê-la será muito maior.
  • Torne isso prático: Uma das questões mais comuns entre os estudiosos é “onde vou usar isso”, “por que preciso dessas informações?”. O maior erro seria dizer que eles precisam, mas não explicando o porquê. Ao mesmo tempo em que torna o processo de aprender se divertindo, dar exemplos práticos pode aumentar o interesse pelo assunto, simplesmente porque ele se tornará mais compreensível.
  • Faça pausas não apenas entre as lições, mas até mesmo na lição em si: Como já mencionado acima, vivemos em uma era de crise de engajamento e esperar que os alunos mantenham sua atenção durante todas as palestras pode ser um dos maiores erros. É por isso que o processo precisa ser redefinido com mais frequência. Um minuto ou dois para que os alunos possam ir ao banheiro, refrescos ou até mesmo uma espiadinha em seus telefones, pode levar os alunos a não se distrairem durante a aula.
  • Gamifique isso . A gamificação na educação tem as maiores chances de tornar o processo de aprendizado divertido. Para fazê-lo, é necessário colocar os elementos do jogo em um lugar que não seja relacionado a jogos. Conquistas, tabelas de classificação, medalhas e fases podem aumentar significativamente o interesse pelo assunto.

Tendo todos esses métodos, é bastante claro que aprender se divertindo não é uma idéia difícil de executar. A nota importante a tirar disso é que os educadores precisam prestar atenção ao seu público e reagir a ele. Uma vez que haja um interesse mútuo entre os professores e o acadêmico, será muito mais fácil atingir as metas necessárias e a maneira mais fácil de fazê-lo é por meio da gamificação.

Como a gamificação pode te ajudar aprender se divertindo?

spider-man learning on the wall

Para começar, a gamificação é uma das ideias tecnológicas mais inovadoras da educação moderna. Os elementos do jogo são usados ​​para aumentar o envolvimento pessoal de seus usuários e criar uma maneira de aprender se divertindo.

As atividades de jogos acompanham os seres humanos ao longo de toda a vida. Desde os primeiros passos, eles começam a entender a natureza enquanto brincam, exploram e principalmente - se divertem. É por isso que é tão essencial entender o significado da gamificação.

Elementos do jogo

Versões gamificadas de aprendizado interagem com o usuário e usam muitos elementos para tornar o processo mais interessante. Vamos dar uma olhada em alguns deles:

  • Classificações: Todo mundo gosta de competir até um certo nível. A competição saudável entre amigos, colegas e colegas de classe pode ajudar muito, ao mesmo tempo em que torna possível aprender se divertindo.
  • Fases: É o elemento de jogo mais comumente usado para descrever quanto esforço alguém colocou no processo. Alcançar um certo nível pode motivar o usuário a continuar o que começou. De qualquer maneira, as fases funcionam no sentido de realização, o que faz com que o usuário tenha orgulho de si mesmo.
  • Missões diárias. Funciona de maneira a desafiar um usuário. Essa é uma ótima maneira de informar ao usuário que ele pode voltar à atividade todos os dias e encontrar algo para trabalhar.
  • Recompensas. É muito mais motivador saber que há uma recompensa no final de uma atividade. Recompensas são muito apreciadas, sejam elas úteis ou não. Bens virtuais podem ser usados ​​para deixar o processo de aprendizagem mais divertido.
  • Avatares Personalizar seu perfil ou um personagem virtual traz um sentimento de realização, já que você está criando algo a partir do zero. Automaticamente, o desejo de melhorar seu personagem cresce, por isso ele é um bom sistema motivacional e divertido para engajar os usuários a permanecer na atividade..

Todos esses elementos que podem ser encontrados em jogos modernos trazem enormes benefícios e devem ser levados em consideração em todas as plataformas educacionais.

Por que a gamificação na educação é eficaz?

New ideas about learning

Cada elemento específico do jogo é usado para ter um certo impacto no usuário. Como cada aluno não pode ser categorizado pela mesma quantidade de talento ou capacidade, é importante reconhecer o fato de que todos precisam de um tipo especial de tratamento. Claro, em escolas públicas ou universidades, é extremamente difícil fazer isso. Além de possibilitar aprender se divertindo, a gamificação é também importante porque:

  • Dá total autonomia ao aluno: A autonomia para agir é muito importante, especialmente para estudantes adolescentes. Ter um certo objetivo e limites o ajudará a chegar a um objetivo. No entanto, ter autonomia para agir sempre que uma pessoa deseja, naturalmente, aumenta o sentimento de responsabilidade.
  • Isso dá uma sensação de domínio . Os jogos são bem conhecidos por mostrar quando o usuário domina alguma coisa. Imagine o sentimento quando, de repente, você percebe que você acabou de dominar um determinado tópico. Você se sente bem, não é?
  • Adapta-se às necessidades de cada aluno: Como mencionado acima, todos somos diferentes. Nós vemos e entendemos o mundo através de cores diferentes e são necessários diferentes métodos e períodos de tempo para aprendermos alguma coisa. Neste caso, a gamificação na aprendizagem permite escolher o nível de dificuldade. Isso serve para que aqueles, que estão tendo dificuldade em compreender o tema, possam progredir em seu próprio ritmo.

Conclusão

Aprender se divertindo é definitivamente uma tarefa fácil caso você use os métodos corretos. É importante entender que diferentes tipos de gerações requerem diferentes métodos de educação. Divertir-se é o que nos motiva e nos faz sentir mais engajados na atividade, portanto, com a ajuda da gamificação no aprendizado, esse processo se torna mais agradável.

Author avatar

Written By

Vaida Jėčienė